2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 29 de novembro de 2021 - Ano: XIV - Edição: 4.790

Merval Pereira, do Globo, sinaliza apoio a Moro, o ex-juiz que corrompeu a Justiça e foi declarado suspeito pelo STF

Foto: Reprodução

Colunista que vocaliza as posições da Globo diz que o ex-juiz, declarado suspeito pela mais alta corte do Brasil, fez "boa largada"

11 de novembro de 2021

O colunista Merval Pereira, que vocaliza os interesses da Globo, publica uma coluna nesta quinta-feira que sinaliza apoio do grupo de mídia ao ex-juiz que corrompeu o sistema de Justiça no Brasil e foi declarado suspeito pelo Supremo Tribunal Federal, a mais alta corte do País. Moro prendeu o ex-presidente Lula, em 2018, para eleger Jair Bolsonaro, de quem foi ministro, e contribui para a destruição da economia e da imagem do Brasil.

"Desmentindo grande parte dos políticos, e mesmo eleitores, que não viam nele condições de se sair bem numa disputa à Presidência da República, o ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro teve uma boa largada no primeiro discurso público como pré-candidato, na assinatura de sua filiação ao Podemos. A manhã já fora de boas notícias para ele, com a pesquisa Quaest/Genial o colocando como terceira opção dos eleitores no momento, à frente numericamente de Ciro Gomes, mas empatado tecnicamente", escreveu Merval, ignorando o fato de que a estreia de Moro na política foi considerada medíocre por analistas independentes e não atraiu aliados no mundo político.

"O pré-candidato do Podemos não deixou de lado os problemas atuais prementes, como desigualdade e pobreza, anunciando que criará uma 'força-tarefa de erradicação da pobreza', além de uma 'Corte nacional anticorrupção', provavelmente retirando do STF os processos criminais. Abordou questões como meio ambiente, prometendo retomar a liderança no combate à poluição ambiental e ao desmatamento da Amazônia. Aos órfãos da política liberal de Paulo Guedes, defendeu a abertura da economia e o livre mercado, mas 'com solidariedade e compaixão'", pontuou ainda Merval.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor