2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 17 de Janeiro de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.839

“Sérgio Moro quer blindagem para fugir do seu destino que é a prisão”, diz Marco Aurélio Carvalho

Advogado Marco Aurélio de Carvalho e o ex-juiz Sérgio Moro (Foto: Brasil 247 / Divulgação)

Advogado do Prerrogativas e um dos organizadores do jantar com Lula e Alckmin diz que o ex-juiz suspeito ainda será preso pelos crimes que cometeu

21 de dezembro de 2021

Em entrevista à TV 247, o jurista Marco Aurélio Carvalho, do Prerrogativas, e um dos organizadores do jantar que reuniu o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, neste domingo (19), afirmou que a ida oficial do ex-juiz Sergio Moro para a política é uma tentativa de garantir imunidade parlamentar para se proteger de uma eventual prisão.

"Moro está completamente desidratado, está fora do processo e buscando algum protagonismo. No fundo, talvez o Moro esteja buscando uma blindagem, uma imunidade parlamentar para sair do destino que o aguarda, que é a prisão", frisou o jurista.

"Se eventualmente uma daquelas dez medidas contra a corrupção, que ele defendeu, estivessem valendo no Brasil, em especial a validação das provas ilícitas, ele estaria preso jogando baralho ao lado de Deltan Dallagnol e cia", completou, admitindo o trocadilho com a palavra "CIA".

Nesta segunda-feira (20), Moro foi enquadrado por diversos juristas no Twitter ao chamar o evento do Prerrogativas de “jantar comemorativo da impunidade da grande corrupção”.

“Não, assistimos a um jantar de um grupo de advogados que defende a democracia, o estado de direito e uma justiça justa e imparcial. E nesse grupo, por sinal, estão os advogados que expuseram sua parcialidade e suspeição. Você foi desmascarado, Sergio, aceita, a justiça venceu”, respondeu o advogado Augusto de Arruda Botelho.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor