2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sábado 21 de Maio de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.962

Complica-se a situação do ex-juiz suspeito Sergio Moro TCU deve pedir ao Coaf que revele seus ganhos financeiros

Sérgio Moro e TCU (Foto: ABr)

Ex-juiz suspeito recebeu pagamentos de empresa que lucrou com a quebra das empresas que Moro destruiu

23 de janeiro de 2022

Complica-se a situação do ex-juiz Sergio Moro, declarado suspeito pelo Supremo Tribunal Federal e responsável pela quebra de várias construtoras brasileiras e pela destruição de 4,4 milhões de empregos, segundo o Dieese. É o que informa o jornalista Lauro Jardim, em sua coluna no Globo.

"Ainda vai causar muita dor de cabeça a Sergio Moro a investigação aberta no TCU para apurar se houve conflito de interesses no contrato dele com a consultoria Alvarez & Marsal, que atuou como administradora da recuperação judicial do grupo Odebrecht. O Ministério Público junto ao TCU estuda pedir um relatório de inteligência ao Coaf para saber quanto Moro recebeu durante o ano que trabalhou na A&M. Cogita também solicitar essa informação às autoridades americanas. Ao contrário do que parece, o ministro do TCU Bruno Dantas, que abriu a investigação, não determinou à consultoria que entregasse esses dados. Apenas pediu 'a título de cooperação' que a Alvarez o fizesse. Mas o valor da remuneração recebida pelo juiz da Lava-Jato não consta do material já enviado", escreve.

O Globo

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor