2

São Gonçalo do Amarante - CE - Segunda-feira 17 de Janeiro de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.839

Lula ataca política abusiva de reajuste de combustíveis da Petrobrás e diz que boa parte da inflação se deve a um "governo irresponsável"

(Foto: Ricardo Stuckert | ABr)

"O ano mal começou e o Brasil já enfrenta a primeira alta nos combustíveis de 2022. Já o aumento do salário mínimo não irá sequer cobrir a inflação", disse Lula

12 de janeiro de 2022

O ex-presidente Lula criticou a política econômica do governo de Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (12), que levou a inflação em 2021 a fechar em 10,06%, quase o dobro do teto da meta definida pelo próprio governo, que foi de 5,25%.

Pelo Twitter, classificou o governo de "irresponsável" pela política de reajustes de preços de combustíveis. "É importante o povo saber que boa parte da inflação nesse país se deve aos preços controlados por um governo irresponsável. Segundo o IBGE, em 2021, a Gasolina ficou 47% mais cara, o Diesel 46%, o botijão de gás 36%", disse o ex-presidente.

Lula lembrou também dos reajustes de 8% no preço do diesel e de 4,85% no da gasolina nas refinarias, anunciado pela Petrobrás, que entra em vigor já nesta quarta-feira. "E hoje é 12 de janeiro, o ano mal começou, e o Brasil já enfrenta a primeira alta nos combustíveis de 2022. Já o aumento do salário mínimo, esse ano, não irá sequer cobrir a inflação", afirmou.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor