2

São Gonçalo do Amarante - CE - Domingo 22 de Maio de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.963

Sérgio Moro ganhou R$ 3,5 milhões em um ano da empresa que lucrou com a quebra do Brasil

Sergio Moro (Foto: REUTERS/Adriano Machado | Reprodução)

Ex-juiz suspeito recebeu US$ 656 mil nos doze meses de contrato da Alvarez & Marsal, entre 23 de novembro de 2020 e 26 de novembro

28 de janeiro de 2022

O ex-juiz suspeito Sergio Moro recebeu R$ 3,5 milhões em um ano da Alvarez & Marsal, empresa que lucrou com a quebra de empresas brasileiras por meio de decisões da Lava Jato. O pré-candidato à presidência havia marcado de anunciar nesta sexta-feira (28), em uma live no canal de Kim Kataguiri, o valor de seus rendimentos.

De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Lauro Jardim, ele recebeu um total de US$ 656 mil nos doze meses de contrato com a consultoria, entre 23 de novembro de 2020 e 26 de novembro do ano passado. Em reais, são exatos R$ 3,537 milhões.

Moro é alvo de investigação do TCU Tribunal de Contas da União (TCU), que até já havia retirado, por decisão do ministro Bruno Dantas, o sigilo dos documentos que tratavam dos rendimentos do ex-juiz. A ação apura irregularidades envolvendo a Lava Jato e a Odebrecht.

O pedido foi apresentado pelo subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, do Ministério Público de Contas. Na ação, Furtado diz que é necessário investigar “prejuízos ocasionados aos cofres públicos pelas operações supostamente ilegais dos membros da Lava Jato de Curitiba e do ex-juiz Sergio Moro, mediante práticas ilegítimas de revolving door, afetando a empresa Odebrecht S.A., e lawfare, conduzido contra pessoas investigadas nas operações efetivadas no âmbito da chamada Operação Lava Jato.”

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor