2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sexta-feira 20 de Maio de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.961

Desmatamento da Amazônia explode no governo Bolsonaro, a boiada passou literalmente

Jair Bolsonaro / Amazônia em crise (Foto: Agência Brasil)

Média anual de perda de floresta amazônica foi 56,6% maior, de 2019 a 2021, segundo nota do Ipam

4 de fevereiro de 2022

"Uma nota técnica do Ipam (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) aponta a explosão do desmatamento em terras públicas federais na Amazônia desde o início do governo Jair Bolsonaro (PL), destruição que atingiu um alarmante patamar, dizem os pesquisadores", segundo relata Philippe Watanabe, na Folha de S. Paulo.

"Os cientistas do instituto, uma organização não governamental, mostraram que a média anual de perda de floresta amazônica foi 56,6% maior, de 2019 a 2021, em relação ao período anterior ao governo Bolsonaro, de 2016 a 2018 —já era observada uma tendência de crescimento do desmate, e períodos eleitorais, como 2018, tendem a registrar maiores taxas de destruição. De 2019 até 2021, mais de 32 mil km² de floresta foram ao chão, o equivalente a cerca de 21 vezes o tamanho da cidade de São Paulo", aponta ainda o jornalista.

Folha de S.Paulo

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor