2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sábado 21 de Maio de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.962

Prefeitura do Rio de Janeiro concede à família de Moïse direito de administrar quiosque onde o congolês foi morto

Fachada dos quiosques que serão transformados em memorial em homenagem à cultura congolesa e africana (Foto: Divulgação)

O encontro com a família para iniciar os trâmites da permissão deve acontecer ainda neste sábado

5 de fevereiro de 2022

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD) anunciou neste sábado (5), através da sua conta no Twitter, que a família do congolês Moïse Mugenyi Kabagambe passará a ser a permissionária do quiosque Tropicália, onde ele foi brutalmente assassinado no dia 24 de janeiro. O encontro com a família para iniciar os trâmites da permissão deve acontecer ainda hoje, informa o jornal O Globo.

“A Orla Rio se comprometeu a isentá-los de pagamento de aluguel (que pode variar de R$ 1 mil a R$ 12 mil mensais, segundo a concessionária) e a arcar com a revitalização do quiosque em parceria com a prefeitura. É o mínimo de reparação diante da brutalidade que foi cometida contra Moïse”, explica o secretário municipal de Fazenda, Pedro Paulo.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor