2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sábado 21 de Maio de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.962

Pressionado por EUA, Brasil vota contra invasão da Rússia à Ucrânia

Foto: Reprodução / CNN

Após silêncio, Brasil afirma querer um fim para o conflito

25 de fevereiro de 2022

O Brasil quebrou o silêncio diplomático e manifestou de forma contrária à invasão da Rússia na Ucrânia em uma reunião no Conselho de Segurança da ONU. Pressionado pelos EUA, o embaixador brasileiro disse que “renovamos o pedido para a retirada das tropas”.

Após a viagem do presidente à Rússia ter completado uma semana, o chefe do Executivo havia silenciado discursos sobre o conflito, não sendo falado em entrevistas e declarações à imprensa ou apoiadores.

Dos 15 membros do Conselho de Segurança, 11 votaram a favor e três se abstiveram (China, Índia e Emirados Árabes Unidos).

A Rússia exerceu seu direito a veto e impediu a aprovação pelo Conselho de Segurança da ONU de uma resolução contra a invasão na Ucrânia.

China se absteve e não votou contra Rússia

A China está entre uma das três nações que se absteveram quer participar das eleições. Situação se deve ao fato da grande proximidade econômica entre Rússia e China, e por isso o país avalia com cautela e certo distanciamento do conflito mundial que se instaurou no local.

A Rússia, por outro lado, foi o único representante com voto contrário na reunião.

DCM

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor