2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sábado 21 de Maio de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.962

Rui Falcão pede à PGR para investigar se Sérgio Moro trabalhou ou só foi pago pela Alvarez & Marsal

Rui Falcão e Sergio Moro (Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados | Reuters)

Após Moro revelar ter recebido R$ 3,5 milhões da empresa que lucrou com a Lava Jato, Falcão quer apuração sobre ilícitos na relação entre o ex-juiz e a A&M

4 de fevereiro de 2022

O deputado federal Rui Falcão (PT-SP) ingressou nesta quinta-feira (3) na Procuradoria-Geral da República (PGR) com um pedido de investigação contra o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), declarado parcial pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por eventuais ilícitos em sua relação com a consultoria Alvarez & Marsal.

A Alvarez & Marsal é uma consultoria norte-americana que lucrou prestando serviços a empresas quebradas pela Lava Jato, operação comandada justamente por Moro em conluio com procuradores de Curitiba.

Após Moro ter revelado seu salário na empresa - R$ 3,5 milhões em um ano - Falcão quer que sejam investigados quais serviços de fato foram prestados por Moro na consultoria. Para o deputado federal Rogério Correia (PT-MG), os valores recebidos por Moro configuram propina, e não salário.

Falcão pede ao procurador-geral da República, Augusto Aras, que sejam expedidos ofícios à Secretaria da Receita Federal (SRF) e ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para que informem sobre atividades suspeitas envolvendo valores ou recursos recebidos direta ou indiretamente relacionados à Lava Jato.

Eduardo Bolsonaro liga acidente na obra do metrô de SP à atuação de mulheres na engenharia

O pedido é assinado pelos advogados Marco Aurélio de Carvalho, Fernando Hideo Lacerda, Fabiano Silva dos Santos, Lenio Streck, Gisele Cittadino, Carol Proner, Sheila Carvalho, Juvelino Strozake e Alessandra Camarano Martins.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor