2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sábado 21 de Maio de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.962

Cai mais um no Governo Bolsonaro, Mario Frias o secretário da Incultura é exonerado após viagem suspeita aos EUA

O ex-secretário de Incultura Mario Frias | Reprodução

Mario Frias é exonerado da Cultura após viagem aos EUA

31 de março de 2022

Nesta quinta-feira (31), o governo Bolsonaro exonerou Mario Frias e trocou o comando da Secretaria Especial de Cultura. A notificação foi publicada no “Diário Oficial da União (DOU)”. Para o cargo, foi nomeado Hélio Ferraz de Oliveira.

Há poucos dias, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou um convite para que o ator explique o gasto de R$ 39 mil, pago com recursos públicos, numa viagem que fez a Nova York (EUA) em dezembro do ano passado.

Ferraz foi o companheiro de viagem de Frias em sua célebre ida a Nova York. Em janeiro, Ferraz repetiu a dose, desta vez numa viagem inútil a Los Angeles. Frias não estava presente por ter sido contaminado pelo coronavírus.

O Ministério Público quer que o Tribunal de Contas da União (TCU) investigue os gastos. Ainda não houve decisão. Por se tratar de convite, Mario Frias não é obrigado a comparecer à comissão. A situação é diferente da convocação, quando a pessoa é obrigada a ir a uma sessão.

De acordo com o Portal da Transparência, o motivo da viagem foi a discussão de um projeto de audiovisual com o empresário Bruno Garcia e com o lutador de jiu-jitsu Renzo Gracie. O ator assumiu a Secretaria de Cultura em junho de 2020. Na ocasião, substituiu a atriz Regina Duarte.

Quando o caso se tornou conhecido, Mario Frias negou irregularidade, disse que “todas as manchetes expostas” eram “mentirosas”. Agora, o carioca será candidato a deputado federal pelo PL, em São Paulo, estado em que nunca morou na vida.

DCM

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor