2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sábado 26 de Junho de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.995

Sob o comando de Bolsonaro, Petrobrás eleva preço da gasolina em 5% e do diesel em 14%

Bolsonaro e frentista abastecendo veículo (Foto: Reuters)

Por culpa de Bolsonaro, que não tem coragem de alterar a política de preços da Petrobrás, os brasileiros vão pagar ainda mais caro pelos combustíveis

17 de junho de 2022

Sob o comando de Jair Bolsonaro (PL), a Petrobrás anunciou nesta sexta-feira (17) um reajuste de 5,18% para o litro da gasolina e de 14,21% para o litro do diesel.

O preço médio de venda de gasolina da Petrobrás para as distribuidoras passa, agora, de R$ 3,86 para R$ 4,06. O preço do diesel salta de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro.

A alta dos combustíveis no Brasil está diretamente ligada a Bolsonaro, que é responsável por indicar o presidente e a maioria dos conselheiros da Petrobrás. São eles quem podem alterar a política de preços da empresa que, atualmente, dolariza os combustíveis brasileiros, fazendo com que a população local pague valores exorbitantes nas bombas.

Brasil 247

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor