2

São Gonçalo do Amarante - CE - Domingo 14 de Agosto de 2022 - Ano: XIV - Edição: 5.044

Bolsolóide raivoso invade festa de aniversário de líder do PT e o mata a tiros

Guarda municipal petista é morto a tiros em festa de 50 anos por bolsonarista

10 de julho de 2022

Marcelo Arruda na comemoração dos 50 anos em que acabou morto.

O guarda municipal Marcelo Arruda morreu na madrugada deste domingo (10), por volta das 4h25, em Foz do Iguaçu.

Arruda levou três tiros em sua própria festa de aniversário de 50 anos.

Ele comemorava o aniversário na sede da Associação Esportiva Saúde Física Itaipu (Aresfi) com cerca de 40 pessoas. A celebração era temática, com enfeites do PT e retratos do ex-presidente Lula.

Testemunhas relatam que, em um determinado momento, um bolsonarista penetrou na festa começou a gritar “Mito” e outras provocações. Era o agente penitenciário federal Jorge José da Rocha Guaranho.

“Vou matar todos vocês, desgraçados”, disse Jorge, de acordo com áudio obtido pelo DCM. 

“No carro do cara estavam a esposa e um bebê de colo. A mulher aos gritos pediu para ele ir embora e ele foi, dizendo que retornaria”, afirma uma testemunha. “Podia ter sido uma chacina”.

Membro da Guarda há 30 anos, Marcelo foi buscar sua arma no carro para se defender caso o homem realmente voltasse. Ele voltou e encontrou Marcelo, acertando-lhe três disparos, um deles na cabeça, segundo a apuração policial.

Mesmo ferido, Marcelo conseguiu revidar e ferir Jorge. Arruda foi internado na UTI em estado grave e não resistiu. Jorge também morreu.

Marcelo Arruda deixa esposa e quatro filhos, um deles recém-nascido. Era diretor do Sismufi, o Sindicato dos Servidores Municipais de Foz, e, nas eleições municipais de 2020, foi candidato a vice-prefeito pelo PT.

DCM

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor