São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 24 de maio de 2018 - Ano: X - Edição: 3.506

Território Empreendedor seleciona 115 participantes para novo ciclo


09/02/2018 

O Território Empreendedor, realizado pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae-CE), selecionou 115 participantes para integrar o novo ciclo do programa, que tem o objetivo de fomentar o empreendedorismo nos municípios de São Gonçalo do Amarante e Caucaia. 

O programa faz parte de um conjunto de ações realizadas pela CSP com o objetivo de fomentar o desenvolvimento local das comunidades onde atua. A programação começou esta semana, com os cursos nos eixos de Fortalecimento da Base Produtiva e Cultura Empreendedora, que prepara os participantes a entenderem a prática empreendedora como opção de carreira, e não por necessidade. A programação completa está no site  www.cspecem.com.br, seguindo as abas Sustentabilidade, Relações com Comunidade, Programa Território Empreendedor. 

Os participantes, que vão desde quem sonha em abrir a própria empresa a quem já é empreendedor e quer melhorias ou expansão, recebem treinamento e orientação para seguir os passos mais assertivos no desafiador mundo dos negócios. 

Novo negócio

Ulisses Nunes
Ulisses Nunes, 34, tem uma loja voltada para o segmento gospel no centro de São Gonçalo do Amarante e quer definir um plano de negócio para abrir uma segunda microempresa. “Tenho experiência no varejo. Mas para abrir um segundo negócio quero consultoria sobre em que segmento investir e como elaborar um plano. O Território Empreendedor é a oportunidade para ter todo esse apoio técnico do Sebrae e de graça.” 


Cristiane Silva
Já Cristiane Silva, 44, quer aproveitar o crescimento da indústria turística e abrir uma pousada na Taíba. “Já tenho o terreno, o chalé e o objetivo de construir outros chalés na área. Mas preciso saber como funciona uma empresa no dia a dia. O Território Empreendedor é a grande chance para ter acesso a estas informações.” 


Marcosuel Bastos
Quem também está com grandes expectativas quanto ao início do Programa é Marcosuel Bastos, 28, um pequeno empresário do ramo de barbearia que atende a domicílio na região, mas que sente falta da sonhada profissionalização. “Com a formação no Território Empreendedor, vou poder conhecer e atender melhor às necessidades dos clientes, com mais segurança sobre como tocar um pequeno negócio e se manter antenado ao mercado.” 

Desenvolvimento regional

Atenta aos desafios da região e em linha com seus direcionadores estratégicos, a CSP já investiu mais de R$ 30 milhões nas comunidades vizinhas, em programas que abrangem desde projetos sociais até o incentivo ao empreendedorismo, bem como ações de melhorias de infraestrutura social.


Daiana Godoy 

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]