“Não recuaremos”, garante secretário de segurança após terrorismo de facções no Ceará


(FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O secretário solicitou a vinda homens da Força Nacional, Forças Armadas e Força de Intervenção Penitenciária. Ao todo, 45 pessoas já foram presas

4 de Janeiro de 2019 às 14:38

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, disse que a polícia não vai recuar aos atentados de grupos criminosos nos últimos três dias. Durante coletiva de imprensa na manhã nesta sexta-feira (4), o secretário informou que todos os esforços estão sendo feitos para conter os atentados.

Ao todo, mais de 2 mil homens da Força Nacional, da Forças Armadas e agentes da Força de Intervenção Penitenciária. Até o momento, 45 pessoas foram presas por serem suspeitas de envolvimento nos ataques no Ceará.

“Estamos todos unidos. Não recuaremos. Não vamos deixar de avançar nas ruas e dentro das penitenciárias”, enfatizou André Costa durante coletiva sobre os ataques. De acordo com o titular da pasta de segurança, mais de 333 policiais militares tomaram posse nesta manhã de sexta-feira (4) e já estão atuando nas ruas.

Houve também um pedido para a posse de 220 de agentes penitenciárias por meio da Secretaria de Administração Penitenciária. A secretaria também, por meio do governador Camilo Santana (PT), solicitou o reforço de 1.500 militares das Forças Armadas, 500 policiais da Força Nacional além de 80 agentes da Força de Intervenção Penitenciária. 

“Chegará ainda nesta sexta uma aeronave da Polícia Rodoviária Federal. Vai estar atuando por meio de um acordo com a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) para reforçar o patrulhamento aéreo principalmente nas nossas rodovias”, garantiu. Cerca de 34 policiais rodoviários federais também foram solicitados para contribuir no patrulhamento das vias estaduais.  “Estamos atentos a preservar o transporte público e outros serviços. Estamos totalmente necessários que a gente receba esse aporte do Governo Federal”, ressaltou.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) anunciou que 300 agentes e 30 carros da Força Nacional de Segurança devem chegar ao Ceará até sábado (5). As tropas irão atuar por 30 dias no Estado em ações de segurança e apoio à Polícia Federal (PF), à Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e às forças policiais estaduais.

Além dessas medidas no patrulhamento interno, delegados da polícia civil e policiais estão indo diariamente dentro dos presídios para autuar presos que cometeram crimes dentro das penitenciárias. “Mais de 250 internos estão sendo autuados por crimes dentro do sistema penitenciários. Isso vai impactar na progressão do regimes deles. Toda ação dentro do sistema será devidamente autuado pela polícia civil”, destacou André.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]