São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 24 de maio de 2018 - Ano: X - Edição: 3.506 - Visualizações: 22.150.328 - Postagens: 33.408

Grandes obras terão reforço em 2018, CIPP deve receber atenção especial diz o governador Camilo Santana



Vitrine para investidores, a infraestrutura do Estado deve receber atenção especial neste ano a partir de projetos que há anos prometem alavancar os indicadores de crescimento locais. Confira como estão os principais deles


27/01/2018 - Chegando ao último ano do seu atual mandato, o governador Camilo Santana irá concentrar esforços em algumas obras de infraestrutura que devem alavancar a economia do Estado e servir de atrativo para investidores internacionais, como o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e a ampliação do Porto do Pecém.

No último dia 19, inclusive, durante a reunião do Monitoramento de Ações e Programas Prioritários (Mapp), o governador afirmou que daria prioridade à conclusão da segunda ponte de acesso do Porto do Pecém, à duplicação da rodovia CE-040 e de estradas no Interior, além da conclusão do VLT. As obras no Pecém, por exemplo, poderão ser decisivas para a atração de investimentos ao Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), bem como as melhorias de rodovias turísticas, como a CE-040. O volume de recursos a serem investidos entre 2017 e 2018 totaliza R$ 8 bilhões.

Planejamento

Quanto às obras de mobilidade urbana na Capital, além do VLT, o Governo do Estado deverá, finalmente, dar continuidade às obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, após viabilizar o financiamento com o Governo Federal. "O VLT, que também é uma obra prioritária aqui de Fortaleza, já entrou em operação de teste da Borges de Melo até o Lagamar. E eu quero concluir neste ano, porque é uma obra prioritária", disse o governador pouco antes do Mapp. "Queremos concluir as obras de infraestrutura do Porto do Pecém, como por exemplo a ponte, que queremos terminar até o final deste semestre. As obras de estradas, as duplicações no Interior, queremos concluir neste ano", afirmou Camilo.

Com relação à parceria do Porto do Pecém com a Autoridade do Porto de Roterdã, antes prevista para entrar em vigor em fevereiro, o governador disse que a expectativa é de que seja firmada até março. "Esse é o nosso calendário", disse.

Crise e atrasos

Nos anos anteriores, parte dos atrasos e adiamentos para entrega dessas obras foi atribuída à crise econômica no País, que inviabilizou financiamentos por parte do Governo Federal. Neste ano, porém, o cenário é diferente, com investidores estrangeiros buscando oportunidades no Estado, como os chineses, que estão interessados em instalar uma refinaria no Cipp.

A melhoria da infraestrutura pública também deve ajudar o governo estadual a atrair investidores para assumir equipamentos como o Aquário, o Metrô de Fortaleza e o Centro de Eventos do Ceará, que deverão ser oferecidos à iniciativa privada em um pacote de concessões. "A gente está lançando alguns editais e espera que algumas concessões possam ser executadas ainda neste ano", disse o governador durante o Mapp.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]