São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - Segunda-feira 1º de Setembro de 2014 - Ano: VI - Edição: 2.138 - Visitas: 5.648.467 - Postagens: 23.337 - Comentários: 8.870

Marina sai menor de debate dominado por juros; Aécio em saia justa


01/09/2014 | por Luiz Carlos Azenha

O fato de que os juros bancários e o papel dos banqueiros na economia brasileira dominaram boa parte das falas dos sete candidatos no debate do SBT fez com que a candidata socialista, Marina Silva (PSB), saísse dele menor.

O assunto foi tratado, direta ou indiretamente, pelos candidatos Eduardo Jorge (PV), Luciana Genro (PSOL), Levy Fidelix (PRTB) e Dilma Rousseff (PT).

Marina, que sempre surfou em sua origem humilde, desta vez teve o nome e o projeto político associados a juros e banqueiros.

Fidelix chegou a nomear duas pessoas próximas a Marina — o empresário Guilherme Leal, da Natura, e a educadora Maria Alice Setubal, a Neca, acionista do banco Itaú — como devedores de impostos à União.

Embora não o tenha feito de forma didática, Dilma criticou a proposta de Marina de dar autonomia ao Banco Central. No governo Dilma a decisão do Banco Central de aumentar ou não os juros é tomada depois de consultas ao mercado. Num eventual governo Marina, o BC teria autonomia para fazê-lo independentemente da população ou de seus representantes eleitos.

Eduardo Jorge teve a melhor apresentação individual no debate, considerando a coerência e a ênfase com que defendeu pontos polêmicos. Por exemplo, creditou a falta de apoio popular a duas de suas propostas — descriminalização das drogas e direito à interrupção da gravidez — à falta de coragem dos políticos de debater o assunto com a população. Deu ênfase ao domínio dos dez maiores bancos sobre a economia brasileira e prometeu reduzir os juros. Na mesma linha, Luciana Genro enfatizou acreditar que Dilma, Marina e Aécio são irmãos siameses, ou seja, representam todos interesses de banqueiros.

O maior confronto se deu entre as candidatas que lideram as pesquisas, com Marina afirmando que Dilma fracassou na economia e esta sugerindo que Marina usa “frases de efeito e frases genéricas”, típicas de campanha eleitoral, mas não sabe governar.

Diferentemente do que aconteceu no debate da Band, no debate do SBT os jornalistas se destacaram por perguntas apropriadas, duras e pertinentes, com destaque para Fernando Rodrigues, Fernando Canzian e Kennedy Alencar.

Alencar, que sugeriu ao candidato do PRTB que ele liderava uma legenda de aluguel, foi chamado por Levy Fidelix de “língua de aluguel” e “língua de trapo”.

Fernando Rodrigues encaixou um direto no rosto do pastor Everaldo (PSC), ao revelar que o candidato já foi acusado de agressão por uma mulher com a qual se relacionou. Ao informar que foi absolvido, o defensor dos “valores da família” acabou admitindo que seu primeiro casamento não deu certo, que tinha mesmo namorado a acusadora mas que agora, sim, estava casado de maneira estável. Fernando Rodrigues, de forma sagaz, escolheu Aécio Neves para comentar o assunto – o jornalista Juca Kfouri, do UOL, informou em seu blog que o tucano teria cometido, em 2009, uma “covardia” com uma “acompanhante” num evento no Rio. Foi a saia justa da noite. Aécio mudou de assunto.

A frase de efeito que marcou o debate partiu de Luciana Genro, que perguntou a Marina: “Tu és mesmo a segunda via do PSDB?”. Luciana também questionou o fato de Marina ter mudado seu programa de governo, no trecho que defendia o casamento entre pessoas do mesmo sexo, por pressão do pastor Silas Malafaia, ao que a socialista disse que tinha sido um erro “da equipe” responsável pelo processo.

Aécio Neves aproveitou sua fala final, quando já não havia direito de resposta, para alfinetar Marina Silva e dizer que ele, sim, é uma alternativa segura de mudança.

No conjunto da obra, é opinião deste blog que Marina Silva saiu menor que entrou no debate, por dois motivos: entrou no rol dos que defendem os banqueiros e sofreu acusações de que muda de posição de acordo com o vento.

Além disso, perdeu o debate com Dilma quando ambas trataram do pré-sal, especialmente quando a presidente informou que em breve o Brasil será o segundo maior produtor mundial de energia eólica.

Tanto a presidente Dilma quanto Aécio Neves sairam maiores, com o tucano se apresentando melhor que Dilma no geral, embora tenha perdido para a presidente o confronto específico que ambos travaram — sobre investimentos federais em transporte público.


[ Leia completa ]

Quadrilha do jatinho e PSB zombam do país com “contrato papel de pão”


1 de setembro de 2014 | Autor: Fernando Brito

A Folha revela hoje o que é, aos olhos até de um adolescente, uma fraude.

O “contrato” de compra do Cessna que servia à campanha de Eduardo Campos e Marina Silva é, obviamente, uma falsificação primária.

Um contrato de mais de R$ 20 milhões se resume a uma “carta de intenção” apócrita, porque traz uma assinatura de “alguém” (ou de ninguém) que sequer se identifica.

Não é preciso mais que os dois fragmentos exibidos pelo jornal para que se veja que é uma montagem, onde uma pessoa física (“me proponho”, sic) não identificada manifesta a “intenção de compra” do avião.

Bastou isso para “levar” um aparelho de US$ 8,5 milhões de dólares e passar a empregá-lo nos deslocamentos de Eduardo Campos e Marina Silva pelo país.

Detalhe sórdido da falsificação: a “validade” da ” intenção de compra” é o mesmo dia em que se a assina.

Portanto, não haveria “intenção de compra”, mas compra.

Os advogados ouvidos pela Folha classificam o documento de “papel de pão”, algo sem validade jurídica.

Não seria preciso ouvir advogados, basta imaginar se você entregaria uma automóvel apenas com um papel assim.

Não é um “papel de pão”, porém, é um documento forjado.

Ou forjado depois do acidente, na esperança de dar “cobertura” a um negócio escuso ou, forjado na ocasião, para dar formalidade a uma transação onde o nome do verdadeiro comprador não poderia aparecer.

Estamos diante de uma quadrilha, que não apenas age para violar as leis – eleitorais, comerciais e fiscais – como se associa para encobrir aos olhos da Justiça este crime.

A Folha, certamente, está “guardando” para novas matérias os detalhes desta carta “de más intenções” que revela hoje.

Já não é o caso de pedir, como determina o Procurador Geral da República, os documentos desta transação.

É o de apreendê-los, porque se tratam, evidentemente, de provas de crimes.

O de obter e incorporar a uma campanha política um bem de mais de 20 milhões, de uma empresa que, em recuperação judicial, agiu em fraude aos seus credores.

E o de quem, simulando esta compra e sustentando diante da opinião pública desculpas e justificativas pueris, está fraudando a formação de consciência de todo um país.

Se não o fizerem, estarão deixando 203 milhões de brasileiros serem vítimas de um estelionato sem comparação em um país democrático.

O PSB tem 24 horas, prazo de sua segunda prestação de contas parcial, para declarar e comprovar a origem do avião.

E para decidir se vai se associar – a si como partido e à sua candidata – a crimes que vão além do Código Eleitoral.

Que são, inapelavelmente, do Código Penal.


[ Leia completa ]

Prefeitura de Pacajus abre edital para concurso público


A Prefeitura de Pacajus divulgou edital para preenchimento de 224 vagas com salários de até R$6.000,00


01/09/2014 - A Prefeitura de Pacajus divulgou edital para preenchimento de 224 vagas  para nível médio e superior.  As inscrições vão até o dia 12 de setembro.

O concurso será de provas objetivas, aptidão física e de provas e títulos. O conteúdo abordará questões de Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimento do SUS, Informática,Conhecimentos Regionais e Conhecimentos Específicos.

Serão ofertadas vagas para: Agente Administrativo, Agente de Trânsito, Fiscal de Obras e Posturas, Fiscal de Tributos Municipais, Guarda Municipal, Guarda Vidas, Bibliotecário, Auxiliar deLaboratório, Agente de Combate às Endemias, Técnico em Imobilização Ortopética, Técnico em Saúde Bucal, Técnico em Radiologia, Técnico em Enfermagem, Cirurgião Dentista, Enfermeiro do PSF, Enfermeiro Plantonista, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico Plantonista, Médico Psiquiatra, Nutricionista ,Terapeuta Ocupacional, Assistente Social, Psicólogo, Educador Físico, Professor de Educação Básica e Secretário Escolar.

Os salários variam de R$ 724,00 a R$ 6.000.

A inscrição poderá será efetuada de forma presencial, pelo candidato, no Posto de Atendimento da CONSEP, localizado na localizado na Rua Guarany, 520 1º Andar – Bairro – Centro, Pacajus – CE no horário das 08:00hs às 12:00hs e das 14:00 às 17hs no período de inscrição, recursos, entrega de títulos e nos demais dias das 08:00hs às 12:00hs, ou diretamente pela internet no site:

www.consep-pi.com.br ou www.pacajus.ce.gov.br. A taxa de inscrição custa R$ 70,00 para cargos de nível médio e R$ 120,00 para superior.

Tribuna do Ceará


[ Leia completa ]

Advogado diz que não vai defender Patrícia Moreira que ofendeu Aranha


01/09/2014 - Depois de dar entrevista como advogado de Patrícia Moreira, jovem gaúcha flagrada pelas câmeras da ESPN Brasil fritando “Ma-ca-co!” e ofendendo o goleiro Aranha, Guilherme Abrão mandou as atendentes do escritório onde atua em Porto Alegre negarem que ele topou a causa.

“O Dr. Guilherme foi consultado pelos parentes da Patrícia, mas não foi contratado. Ele não vai atuar no caso por razões pessoais”, disse uma das atendentes.

Na manhã desta segunda-feira, a própria Patrícia Moreira, ao lado de dois parantes, foi ao escritório de advocacia em Porto Alegre. Segundo informações dadas pelo próprio Dr. Abrão, a torcedora do Grêmio estaria disposta a pedir desculpas.

Na última quinta-feira, na Arena do Grêmio, torcedores gremistas imitaram macacos e desferiram palavras de conteúdo racista contra o goleiro Aranha. As imagens da televisão mostra Patrícia em close. Além dela, outros torcedores tricolores foram flagrados. Entre eles, alguns afro-descendentes.

Desde a madrugada de sexta-feira, Patrícia não voltou para casa. Os pais também deixaram a residência temendo represálias. Afinal, assim que o jogo terminou, as páginas da jovem gaúcha nas mídias sociais, foram invadidas por ofensas, o que a obrigou a tirar seus perfis do ar. Ao advogado, Patrícia garantiu não ser racista e disse que fez o que fez sem pensar, movida pela paixão. O Grêmio perdeu o jogo por 2 a 0 e pode sofrer forte punição por causa da atitude dela e de outros apaixonados.

Ela contou também que parentes dela, como uma prima adolescente, não pode sequer ir à escola porque sofreu ameaças. A casa dela, onde mora com os pais, foi apedrejada. Além disso, ela foi afastada do emprego que tem na Brigada Militar.

Patrícia deve se apresentar para depor até quarta-feira. O delagado Herbert Mopura Ferreira, da 4ª Delegacia, disse ter a identificação de outros torcedores que cometeram atos de racismo no estádio. São fotos e um vídeo.

[ Leia completa ]

Cinco corpos de jovens são encontrados em um canavial na cidade de Redenção


Nesta manhã, trabalhadores rurais da região avistaram um dos corpos e chamaram a Polícia


01/09/2014 - Cinco corpos foram encontrados, por volta das 9h desta segunda-feira (1º), enterrados em um canavial localizado na cidade de Redenção, distante 60 km de Fortaleza.

Nesta manhã, trabalhadores rurais da região avistaram um dos corpos e chamaram a Polícia. Após uma escavação foram descobertas as outras 4 vítimas divididas em duas covas.

Segundo a Polícia Militar (PM), 4 das 5 vítimas são adolescentes, com idade entre 14 e 16 anos, que supostamente estariam desaparecidos desde o dia 19 de agosto.

Os familiares das pessoas desaparecidas já haviam prestado queixa na Delegacia Municipal de Redenção (9° Região) sobre o sumiço dos 4 adolescentes.

De acordo com o que foi repassado pelos familiares, os 4 meninos estavam juntos em uma casa quando teriam sido sequestrados por um grupo de homens ainda não identificados. Ainda conforme a Polícia, eles praticavam pequenos delitos na cidade.

Devido ao estado de decomposição dos corpos, será necessário realizar exames periciais para verificar a identidade dos cadáveres e as causas da morte.


[ Leia completa ]

Racismo de torcedora Patrícia Moreira choca amigos negros. Família 'foge' de Porto Alegre

Racista
Casa onde mora Patrícia Moreira, 
que praticou por atos racistas contra Aranha

Marinho Saldanha | Do UOL, em Porto Alegre

01/09/2014 - Patrícia Moreira era, até a última quinta-feira, mais uma torcedora do Grêmio que mora no bairro Passo das Pedras, zona norte de Porto Alegre. Com 23 anos, a loira jamais tinha dado qualquer indício do motivo pelo qual se tornaria nacionalmente conhecida: atos racistas. Tinha uma vida tranquila, trabalhava prestando serviço à Brigada Militar, com amigos negros e brancos. Até ser flagrada, aos gritos, chamando o goleiro Aranha de 'macaco', no duelo com o Santos pela Copa do Brasil. Hoje, sua casa está fechada, a família 'fugiu' da capital gaúcha, e os mais próximos se dizem chocados.

Mas o perfil de Patrícia desenhado pelos vizinhos e amigos em nada remete a jovem que vociferava contra Aranha. Os gritos de 'macaco', 'macaco', 'macaco', evidentes pelas imagens das câmeras da ESPN, vistas repetidamente no Brasil inteiro, jamais foram direcionados, por exemplo, a seu Pedro, vizinho que mora na casa da frente. A residência amarela, de madeira, da filha, esconde a casa de material construída nos fundos. Local em que Patrícia já esteve, amigavelmente, rodeada por amigos cujo tom da pele é idêntico ao do goleiro do Santos.

"Fiquei chocado [ao ver as imagens], no início não quis acreditar que era ela. Mas vendo que era, eu fiquei muito triste. Ela não é assim. Nunca foi. Conheço desde criança", disse o senhor de 63 anos, que há 60 reside no local. "Comigo nunca teve nenhuma atitude racista. É minha vizinha da frente. Nos cumprimentamos, conversamos, nunca foi aquela da televisão", completou.

Na casa da família, mais uma vez o destino prega uma peça em Patrícia. O vermelho, cor do arquirrival gremista, Internacional, está estampado. E o clube colorado também foi alvo de atos discriminatórios da jovem. Em foto publicada nas redes sociais, já deletadas rapidamente, ela aparecia segurando um macaco de pelúcia, que vestia a camisa do Inter. E na foto, segurando o macaco, ela fazia cara de nojo.

"Eu conheço a Patrícia sim. Ela nunca teve nenhuma atitude racista comigo ou com qualquer pessoa da minha família. É muito amiga do meu filho. Se conhecem há anos. Já veio aqui em casa", disse Miguel Chaves, também negro, vizinho de Patrícia. "Nunca imaginamos aquilo", completou.

Assustada pela repercussão do caso, a família de Patrícia optou por fechar a casa. Segundo relataram vizinhos, estão fora de Porto Alegre para 'fugir' de qualquer contato com a imprensa, mas retornarão para o depoimento. Chamada a prestar esclarecimentos, ela só falará na presença de um advogado, mas estará na 4ª Delegacia de Polícia na segunda-feira, tentando justificar os atos.

Os relatos de depredação da casa da moça são confusos. Entre os populares, ninguém viu o local ser apedrejado, não há registro policial ou mesmo marcas nas paredes. "Eu vi algumas pedras, mas não sei. Não vi atirarem", contou um vizinho que solicitou anonimato. "É uma covardia o que estão fazendo com ela. Estão colocando como se ela fosse um monstro. Não é verdade. Ninguém aqui em casa vai falar nada. Estamos do lado dela", completou.

O bairro, a rua, a vizinhança de Patrícia é, como todo o país, a cara da miscigenação. Brancos, negros, mulatos, índios, pardos, toda etnia possível está presente no local, onde dividem espaço casas de classe média com barracos bastante pobres.

Nenhuma voz se levantou lá contra Patrícia. Amigos negros, são muitos. Todos surpresos, tristes, mas ao mesmo tempo buscando mostrar que ela não é aquela da imagem. "Ela foi pelo momento, no embalo dos outros", finalizou Pedro.

Após confrontarem as imagens do sistema de câmeras da Arena com Patrícia e mais um acusado, a polícia gaúcha poderá abrir inquérito, que prevê julgamento da jovem. A pena para injúria racial vai de 1 a 3 anos de reclusão.

E antes disso as repercussões na vida pessoal já foram fortes. Xingada na internet, ela deletou todos perfis em redes sociais. Foi afastada do emprego como prestadora de serviço ao Centro Médico Odontológico da Brigada Militar. E carregará para sempre o peso do ocorrido naquela noite. Doeu em Aranha, envergonhou os gremistas, mas certamente não passou em branco na vida de Patrícia.

[ Leia completa ]

Charge do Latuff | Marina e o MALAfaia


[ Leia completa ]

CIENTISTA WANDERLEY GUILHERME DIZ QUE: "MARINA SILVA É INVIÁVEL"


Cientista político diz que cada proposta da candidata do PSB é feita para um país diferente: "Como é possível desprezar o pré-sal, manter os empregos em toda a cadeia produtiva ativada pela Petrobras e investir fortemente na educação e na saúde?", questiona; professor diz não acreditar que medidas "sejam sérias"; "Não se trata apenas de que as ofertas compõem um programa obscurantista, creacionista, mas de que a proposta, tudo somado, é auto-fágica, inviável", afirma; ao blog de Paulo Moreira Leite, ele diz que o "fator emocional" dessas eleições, resultado do acidente com Eduardo Campos e do oportunismo seletivo da mídia, deixa a disputa irracional; não fossem esses fatos, Aécio Neves se afirmaria como o "representante consistente" da oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff, diz

1 DE SETEMBRO DE 2014

As propostas da candidata do PSB, Marina Silva, são feitas, cada uma, para um país diferente, opina o cientista político Wanderley Guilherme dos Santos, em entrevista ao blog do Paulo Moreira Leite no 247. Segundo ele, "não se trata apenas de que as ofertas compõem um programa obscurantista, creacionista, mas de que a proposta, tudo somado, é auto-fágica, inviável". "Por isso não creio que as propostas da Rede, em sua versão PSB, sejam sérias", constata o professor.

Em sua avaliação, o "fator emocional" dessas eleições, resultado da tragédia que matou o candidato do PSB, Eduardo Campos, e do oportunismo seletivo da mídia, deixou a disputa irracional. Não fossem esses fatos, diz ele, o tucano Aécio Neves, que perdeu a segunda posição para Marina nas pesquisas, se afirmaria como o "representante consistente" da oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff. "E não seria uma carta fora do baralho", avalia.

O cientista político diz que a campanha de Marina Silva "propaga a tese de que os problemas do país decorrem da competição entre o PT e o PSDB, cuja superação pela vitória de uma terceira sigla teria potencial para, por si só, encaminhar de forma benéfica todas as soluções que a competição tradicional impede". Segundo ele, trata-se de um "equívoco de diagnóstico (se é que a candidata e seus assessores acreditam de verdade nele)".

Questionado se lembra de outro pleito em que a mídia teve um comportamento "tão parcial", ele responde: "O jornalismo político brasileiro se aproveita exaustivamente das condições institucionais vigentes. Umas são de extrema relevância para a democracia – a liberdade de opinião e de expressar preferência política, por exemplo – outras deixam os cidadãos desarmados face a crimes catalogados nos códigos mas de julgamento e reparação ineficazes. Esse é um dado a ser levado em conta nos cálculos eleitorais, não para formar hipóteses sobre o que aconteceria caso o mundo fosse diferente. Não se dispôs a alterar as regras antes. Agora é contar com elas".


Brasil 247
[ Leia completa ]

EMPRESAS NACIONAIS TÊM SEU MAIOR VALOR EM 12 ANOS


Nunca as companhias brasileiras listadas na Bolsa de Valores de São Paulo valeram tanto como agora; apuração é da respeitada consultoria Economatica, que acompanha desde 2002 o desempenho das empresas nacionais; soma do valor de mercado de cada uma perfaz R$ 2,59 trilhões; paradoxalmente, mercado experimenta hoje alta de 1%, com disparada das estatais: Banco do Brasil (+2,5%), Petrobras (+4%) e Eletrobras (+6%); motivo alegado é o resultado da pesquisa eleitoral Datafolha, da sexta-feira 29, com alta de Marina Silva, do PSB, contra presidente Dilma Rousseff, do PT, e condutor da política econômica Guido Mantega, da Fazenda; empresários que choram estão mesmo defendendo seus próprios interesses? Ou reclamação é de 'barriga cheia' e pode gerar arrependimento?

1 DE SETEMBRO DE 2014

Reclamar do dia a dia da economia faz parte de qualquer democracia, especialmente quando há retração no PIB, como a verificada no segundo trimestre, de 0,6%, de acordo com o IBGE. Mas anotar  resultados em série histórica dos grandes setores produtivos também  precisa fazer parte das análises mais profundas. Neste sentido, a consultoria Economática elaborou um estudo sobre a evolução mensal do valor de mercado das companhias brasileiras abertas – e apurou que elas nunca valeram tanto como agora.

Perfazendo R$ 2,59 trilhões, o valor de mercado somado das empresas nacionais listadas na Bolsa de Valores de São Paulo nunca esteve tão alto desde dezembro de 2002. O cálculo considera um número de empresas variável no tempo por que foi elaborado com todas as companhias presentes em cada data analisada.

O resultado mostra que os empresários, que têm feito coro contra a política econômica, podem se arrepender de uma mudança brusca no rumo traçado no governo da presidente Dilma Rousseff e executado pelo ministro Guido Mantega.

Nesta segunda-feira, reafirmando a aposta contra o governo, o Ibovespa subia 1,06%, às 12h43, com disparada dos papeis da Petrobras (+4%) e Eletrobras (+6%). A alta seria uma reação dos investidores à subida nas pesquisas da candidata do PSB, Marina Silva, na pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira 1. O paradoxo está no fato de Marina já ter se comprometido em esfriar a exploração do pré-sal, pela Petrobras, o que, segundo os técnicos da companhia, tem tudo para prejudicar o crescimento da estatal. O que está importando para o mercado, ao que se vê, é mais a política, neste momento, do que a própria situação das empresas.


Leia mais em Brasil 247
[ Leia completa ]

'Racha' de motos entre amigos termina em morte em Icó; estradas registram mais 4 vítimas


Duas pessoas ainda ficaram gravemente feridas no "racha"


01/09/2014 - Uma corrida apostada, conhecida popularmente como "racha", de motos entre amigos acabou em morte, na CE-282, no município de Icó, na noite do último domingo (31). Izomark Ramos Rabelo, 27, casado e auxiliar de serviços gerais, faleceu após colisão entre duas motos. A polícia registrou mais 21 acidentes, com 19 pessoas feridas e 4 mortes, nas estradas que cortam o Ceará, no mesmo dia.

Izomark, que dirigia uma Honda Titan cor prata, sofreu traumatismo craniano após colidir com uma motocicleta semelhante. O auxiliar de serviços chegou a ser encaminhado para o hospital do município, mas não resistiu à lesão.

O segundo veículo que participava do "racha" era pilotado por Francinildo Justino da Silva, 25, também casado e auxiliar de serviços gerais. Francinildo sofreu traumatismo craniano no choque e foi encaminhado para Fortaleza às pressas.

Na segunda moto ainda estava Atsson Devid Angelin Borges, 20 e casado e auxiliar de serviços, a exemplo dos amigos. Ele sofreu várias escoriações pelo corpo, mas não precisou ser transferido para outra cidade, porém está em observação no Hospital Regional de Icó. As informações são do 10º Batalhão da Polícia Militar, de Iguatu.

Motorista se choca com poste e não resiste

Na CE-358, em Limoeiro do Norte, o motorista Evanildo Lima Maia, 42, perdeu o equilíbrio da moto que dirigia e se chocou com um poste, morrendo no local. O passageiro do veículo, João Carlos Nogueira Silva, sofreu lesões leves. O acidente aconteceu às 16h30 e foi registrado pela Polícia Militar de Russas.

PRE registra duas mortes

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) registrou duas mortes durante o domingo (31). Na CE-040, km 14, às 22h, uma pessoa não identificada foi atropelada por um carro e não resistiu.
Na CE-341, km 47, Pentecoste, uma pessoa faleceu após colidir a moto que dirigia com um carro. O acidente ocorreu às 20h30.

Acidente entre camionete e ônibus

Airton Jeronimo de Melo, 39, faleceu ao colidir a camionete L200 que dirigia com um ônibus de turismo fretado, a 1h do último domingo, no km 200 da BR-222, em Forquilha. O motorista e um passageiro do ônibus ainda ficaram feridos, mas foram atendidos e liberados ainda no local.



[ Leia completa ]

"Uma loucura", diz Marina Ruy Barbosa sobre cenas sensuais em novela Império


Ninfeta na novela das nove, da Globo, Marina Ruy Barbosa definiu como "uma loucura" as cenas mais ousadas de sua personagem


01/09/2014 - Ninfeta na novela das nove, da Globo, Marina Ruy Barbosa definiu como "uma loucura" as cenas mais ousadas de sua personagem, Maria Isis, ao lado de Alexandre Nero, em "Império".

"Uma loucura. Fico com frio no estúdio. Tem a ver com a personagem. O figurino é bem menina e ela tem essa sensualidade", disse a atriz durante o "Esquenta" deste domingo (31).

Maria Isis, o comendador Zé Alfredo e o filho João Lucas vão formar um triângulo amoroso na novela. "Talvez ela encontre no João Lucas o que não encontra no Zé Alfredo (Alexandre Nero), que é uma família, ser dona de um lar. Vamos ver", arriscou.

Ela também falou sobre a sua experiência em "Amor à Vida", mas que ficou feliz mesmo quando veio o convite para fazer Maria Isis, em "Império". "Eu fiz a Nicole em 'Amor à Vida', que foi uma personagem importante para mim, mas que sofreu na novela inteira. Quando veio o convite para essa personagem, a Maria Isis, que é mais sensual, com cenas sensuais com Alexandre Nero, eu fiquei muito feliz", analisou.

Com 19 anos, Marina carimba no currículo a sua oitava novela. Estão na lista "Belíssima", "Sete Pecados" e "Amor à Vida", entre outras.



[ Leia completa ]

Idosa de 77 anos reage a assalto e mata criminoso


Na noite do último sábado (30), um criminoso foi morto a tiros por uma idosa de 77 anos enquanto tentava assaltar seu estabelecimento


01/09/2014 - Na noite do último sábado (30), um criminoso foi morto a tiros por uma idosa de 77 anos enquanto tentava assaltar seu estabelecimento no bairro Navegantes, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

O caso aconteceu por volta das 21h30, quando o homem armado entrou na 'Padaria da Vovó' e anunciou o assalto. Nervosa com as constantes tentativas de roubo, a idosa sacou um revólver calibre 38 e disparou duas vezes contra o criminoso.

Devido a problemas cardíacos, a mulher entrou em choque com a situação e teve que ser levada a hospital. Ela passou a noite no pronto-socorro e foi liberada na manhã deste domingo.

Com um tiro no pescoço e outro no braço, Jhonatan Silveira Ferreira, de 24 anos, morreu no local. Segundo o jornal "Zero Hora",  o assaltante não tinha antecedentes, mas, segundo informações preliminares da Polícia Civil, ele seria usuário de drogas.

A procedência do revólver utilizado pela idosa será investigada e, caso não tenha registro, a mulher poderá responder por porte ilegal de arma.



[ Leia completa ]

Festa de Nossa Senhora da Soledade Siupé - SGA - Programação Completa


01/09/2014

Programação:

Tema: Nossa Senhora da Soledade, conduzi-nos para a liberdade e esperança que é Cristo Jesus.

Dia 29/08 (Sexta-feira) – Abertura
17:00h – Procissão (ao redor da rua)
18:00h – Santa Missa: Pe. Antonio Alves
Comunidades convidadas: Comunidade local
Ministério de música: Bom Pastor

Dia 30/08 (Sábado)
18:30h – 1ª Novena
Responsáveis: Liturgia
19:00h – Santa Missa: Pe. Josileudo
Comunidades convidadas: Amarela, Área Verde, Matões e Bolso
Ministério de música: Nossa Senhora da Soledade

Dia 31/08 (Domingo)
18:30h – 2ª Novena
Responsáveis: Catequese
19:00h – Santa Missa: Pe. Tula
Comunidades convidadas: Pitombeiras, Coqueiro, Planalto Cauípe e Barra do Cauípe.
Ministério de música: Sagrada Face (Planalto Cauípe)

Dia 01/09 (Segunda-feira)
18:30h – 3ª Novena
Responsáveis: Legião de Maria
19:00h – Santa Missa: Pe. Rodrigo
Comunidades convidadas: Parada e Caraúbas
Ministério de música: Jesus Vive (Parada)

Dia 02/09 (Terça-feira)
18:30h – 4ª Novena
Responsáveis: Homens do Terço
19:00h – Santa Missa: Pe. Marco Brito
Comunidades convidadas: Tabuba, Guaribas, Queimadas e Genipapeiro.
Ministério de música: Deus Conosco (Tabuba)

Dia 03/09 (Quarta-feira)
18:30h – 5ª Novena
Responsáveis: Grupo de Oração
19:00h – Santa Missa: Pe. Narcélio
Comunidades convidadas: Taíba e São Gonçalo
Ministério de música: Taíba

Dia 04/09 (Quinta-feira)
18:30h – 6ª Novena
Responsáveis: Crianças do Coral
19:00h – Santa Missa: Pe. Sávio
Comunidades convidadas: Muriti, Marco, Umarizeiras e Maceió da Taíba.
Ministério de música: Sopro do Espírito (Maceió) 

Dia 05/09 (Sexta-feira)
18:30h – 7ª Novena
Responsáveis: Apostolado da Oração
19:00h – Santa Missa: Pe. Virgínio
Comunidades convidadas: Saquinho, Acende Candeia de Baixo e de Cima.
Ministério de música: Comunidade Elohim (Fortaleza)

Dia 06/09 (Sábado)
18:30h – 8ª Novena
Responsáveis: Crismandos
19:00h – Santa Missa: Pe. Marcílio
Comunidades convidadas: Córrego do Coelho e Jacarequara
Ministério de música: Filhos que edificam (Siupé)

Dia 07/09 (Domingo)
18:30h – 9ª Novena
Responsáveis: Liturgia
19:00h – Santa Missa: Pe. Pedro
Comunidades convidadas: Pecém e Colônia dos Professores
Ministério de música: Pecém

Dia 08/09 (Segunda-feira) - Encerramento
17:30h – Procissão (ao redor da rua)
16:00h – Santa Missa: Pe. Antonio Alves
Comunidades convidadas: Comunidade local e todas as comunidades
Ministério de música: Homens do Terço (Siupé)

Observações:

Dia 04/09 (Quinta-feira)
Caminhada SGA/Siupé

Dia 06/09
Cavalgada SGA/Siupé

Carlos Giovane Alves Firmiano

[ Leia completa ]

Médica Myriam Priscilla condenada por cortar pênis de ex-noivo volta a clinicar em MG


A médica Myriam Priscilla de Rezende Castro, 34, condenada a seis anos de prisão no regime semiaberto por ter mandado cortar o pênis do ex-noivo, está clinicando em hospital da região metropolitana de Belo Horizonte


01/09/2014 - A médica Myriam Priscilla de Rezende Castro, 34, condenada a seis anos de prisão no regime semiaberto por ter mandado cortar o pênis do ex-noivo, que desistiu do casamento três dias antes da cerimônia, está clinicando em hospital da região metropolitana de Belo Horizonte há dois meses.

A especialidade da médica é a urologia, que trata do aparelho urinário de homens e mulheres e do aparelho genital masculino. Ela foi condenada por lesão corporal gravíssima.

De acordo com a Seds (Secretária de Defesa Social de Minas Gerais), Myriam cumpre sua sentença na penitenciária feminina Estevão Pinto, no Horto, em Belo Horizonte, desde abril deste ano, e teve permissão da Justiça para sair para trabalhar no início de junho. O nome do hospital não foi divulgado pela secretaria.

O UOL não localizou os advogados da médica para confirmar o seu trabalho na clínica. À época de sua condenação pelo crime, ocorrido há 12 anos, ela não sofreu sanções profissionais.

O crime ocorreu em Juiz de Fora (a 278 km de Belo Horizonte), em 2002. A médica foi condenada em abril de 2009, mas não foi presa imediatamente em razão dos diversos recursos impetrados pelos seus advogados.

Ela só veio a ser presa em abril deste ano, em Pirassununga (a 211 km de São Paulo), após expedição de mandado da prisão pela Justiça.

De acordo com o processo, à época do rompimento do casamento, a médica se revoltou com o ex-noivo e passou a ameaçá-lo. Ele teve sua casa e um automóvel incendiados.

Em seguida, ainda de acordo com o processo, Myriam, com a ajuda do pai, que também foi condenado, teria contratado dois homens para mutilar o ex-noivo. Devido a um AVC (Acidente Vascular Cerebral) durante o julgamento, o pai cumpre pena em regime domiciliar.

Segundo o Ministério Público, no dia do crime, a vítima foi dominada por dois homens dentro do apartamento onde morava. Conforme a denúncia, os autores da agressão se passaram por técnicos de uma empresa de telefonia. O irmão da vítima também foi agredido.

O MP disse que os dois foram dominados, amarrados e ainda teriam sido obrigados a cheirar éter. Parte do pênis da vítima foi cortada e levada como prova da execução do serviço. Um dos executores está preso.

"Os executores usaram uma faca para cortar o pênis do rapaz e fizeram questão de dizer que estavam agindo a manda da ex-noiva e do pai dela na ocasião", informou a PC (Polícia Civil) de Minas Gerais à época da prisão da médica.

O ex-noivo sobreviveu e vive de maneira anônima. No processo que condenou a médica, não houve a participação de advogados que atuassem em seu nome.


[ Leia completa ]

DEPOIS DO AVIÃO FANTASMA, AGORA A MESADA FANTASMA


MARINA SILVA FATURA R$ 1,6 MI E OMITE NOMES DE CLIENTES


Ex-senadora Marina Silva tem uma empresa, a M. O. M. da S. V. de Lima, que foi registrada em 2011 e, desde então, realiza palestras; a receita acumulada é de R$ 1,6 milhão; Marina, no entanto, diz que não abre os nomes de seus clientes, porque seus contratos teriam cláusulas de confidencialidade; sabe-se apenas que empresa funciona ao lado do Instituto Marina Silva, que tem como uma de suas financiadoras Neca Setúbal, herdeira do Itaú e coordenadora do programa de governo da candidata socialista, que contempla, entre outras coisas, a independência do Banco Central; programa do Itaú prevê ainda a redução do espaço de bancos públicos, como Banco do Brasil, Caixa Econômica e BNDES, na economia

31 DE AGOSTO DE 2014

Desde que deixou o Senado Federal, em 2010, Marina Silva se tornou uma bem-sucedida empresária. Em 2011, logo depois de ficar sem mandato parlamentar, ela abriu uma empresa, a M. O. M. da S. V. de Lima, que tem suas iniciais e comercializa suas palestras.

Desde então, Marina ganhou R$ 1,6 milhão de clientes que pagaram para ouvi-la. No entanto, a ex-senadora, que concorre à presidência da República pelo Partido Socialista Brasileiro, decidiu omitir a identidade de seus clientes, alegando que os contratos possuem cláusulas de confidencialidade.

A revelação sobre a empresa de Marina foi feita em reportagem dos jornalistas Aguirre Talento e Fernanda Odilla, da Folha de S. Paulo (leia aqui). Ouvida, Marina alega ter assinado 65 contratos de palestras, desde que deixou de ser senadora. Mas não demonstrou intenção de revelar os nomes de seus financiadores pessoais.

Embora não tenha divulgado os nomes de seus clientes, Marina Silva montou sua empresa ao lado do Instituto Marina Silva, que digitaliza seu acervo e tem como doadora a empresária Neca Setúbal, herdeira do Itaú e coordenadora de seu programa de governo.

Influente sobre modos e atitudes de Marina, incluindo o ato de colocar ou não os óculos no debate da Band, Neca já concedeu uma entrevista em que anunciou medidas de um eventual governo Marina, como a independência do Banco Central. Outro ponto da agenda do Itaú para o País é a redução do papel de bancos públicos, como Banco do Brasil, Caixa Econômica e BNDES, na economia. Neca Setúbal tem também indicado nomes de operadores de mercado, como André Lara Resende, para um eventual governo Marina.

Numa entrevista concedida neste fim de semana, o senador Roberto Requião (PMDB-PR), que concorre ao governo do Paraná, se disse amigo de Marina Silva, mas afirmou ser impossível votar nela. "Para quê? Para entregar tudo ao Itaú?"


[ Leia completa ]