São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 25 de julho de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.197 - Visualizações: 17.632.987 - Postagens: 31.406

Confiança no Governo desaba e prova que Michel Temer se tornou um peso para a economia




25/07/2017 - A confiança do consumidor no Brasil voltou a recuar em julho, informou a Fundação Getulio Vargas nesta terça-feira; segundo a FGV, o recuo do ICC em julho foi influenciado pela piora das perspectivas em relação à economia com a crise política que atinge Michel Temer, denunciado por corrupção passiva; essa situação inédita na história do Brasil, de um ocupante da presidência que aumenta impostos enquanto compra apoio parlamentar, contribui para afundar ainda mais a economia; o que também eleva o quadro de desânimo é a incapacidade de Henrique Meirelles em promover políticas de crescimento.

[ Leia completa ]

A Lava Jato soube manipular o ódio de classes, diz Jean Wyllys




:

25/07/2017 - "A questão ali era ÓDIO DE CLASSE e às minorias! O que moveu os paneleiros e a coxinhada foi o ódio aos pobres e às minorias e às políticas sociais voltadas para estes. Os criminosos golpistas, a mídia hegemônica e os procuradores da Lava a Jato, bem como o juiz de ternos pretos cafonas (e podem chiar o quanto quiserem, os ternos dele são cafonas, ponto!) souberam muito bem manipular esse ódio porque esse ódio é parte deles", diz o deputado federal Jean Wyllys, ao comentar a frase do procurador Carlos Fernando Lima, que disse que os manifestantes só queriam derrubar Dilma – e não o fim da corrupção.

[ Leia completa ]

Oportunidades de empregos em São Gonçalo do Amarante 25/07/2017




OCUPAÇÕES
QTDE.VAGAS
Açougueiro
04
Atendente de lojas
08
Caldeireiro de manutenção
01
Chefe de garagem (transporte rodoviário)
01
Copeiro
01
Encarregado de estoque
01
Encarregado de frios
01
Estoquista
08
Gerente comercial
01
Instrutor de informática
01
Mecânico de veículos
01
Operador de movimentação e armazenamento de carga
01
Supervisor de manutenção de máquinas e equipamentos
01
Supervisor de vendas comercial
08
Técnico de laboratório industrial
01
Técnico instrumentista
01
Vendedor pracista
01
Vistoriador naval
01

Os interessados devem procurar a unidade do SINE/IDT

Em São Gonçalo do Amarante
Av. Coronel Neco Martins, 236 - Centro - Fone :(85) 3315.7369

Em Pecém
Rua Rua Francisco Câncio, S/N - Centro - Fone :(85) 3315.1375

As informações sobre as vagas não são dadas por telefone. Todas as informações estão sujeitas à alteração. 



Fonte: Sine/IDT
[ Leia completa ]

Oportunidades de empregos em Caucaia 25/07/2017



OCUPAÇÕES
QTDE.VAGAS
Acabador de mármore e granito
01
Analista químico
01
Assistente administrativo
01
Atendente de balcão
01
Atendente de padaria
01
Atendente de peixaria
01
Cortador, a balancim
01
Costureira de máquinas industriais
05
Eletricista de instalações de veículos automotores
02
Frentista
01
Lavador de veículos
03
Operador de caixa
01
Operador de prensa de material reciclável
01
Passador de roupas em geral
01
Recepcionista de hotel
01
Serigrafista
01
Técnico de enfermagem
01
Zelador
01

PESSOA COM DEFICIÊNCIA
OCUPAÇÕES
QTDE.VAGAS
Auxiliar mecânico de refrigeração
01
Empacotador, a mão
03
Operador de empilhadeira
01
Vendedor interno
01

Os interessados devem procurar a unidade do SINE/IDT

Em São Gonçalo do Amarante
Av. Coronel Neco Martins, 236 - Centro - Fone :(85) 3315.7369

Em Pecém
Rua Rua Francisco Câncio, S/N - Centro - Fone :(85) 3315.1375

As informações sobre as vagas não são dadas por telefone. Todas as informações estão sujeitas à alteração. 



Fonte: Sine/IDT
[ Leia completa ]

Michel Temer e Sergio Moro, medíocres e ferozes


Em meio ao caos apocalíptico, o Brasil sujeita-se passivamente aos caprichos de Michel Temer e Sergio Moro


Por Mino Carta | 25/07/2017

Pobre país, entregue aos caprichos de Michel Temer e de Sergio Moro, mas a mediocridade e a ferocidade destas personagens não são delas somente, e sim de uma larga fatia da sociedade nativa. Temer e Moro conseguem ser altamente representativos de milhões e milhões de péssimos intérpretes da cidadania, ignorantes e prepotentes, primários e primitivos, trogloditas intelectuais e morais. O Brasil é samba de uma nota só.

A situação em que precipitamos é a “consequência inevitável”, como diria a letra da canção de Jobim, de cinco séculos de história, o resultado da colonização predadora sem a mais pálida intenção de escapar à pauta da terra arrasada. Acrescente-se três séculos e meio de escravidão para manter de pé até hoje casa-grande e senzala.

Uma independência despercebida pela nação inexistente, toda uma tradição de golpes sem conflito, raros momentos de sensatez em busca de democracia, igualdade, justa distribuição de renda. Quantos, em determinadas passagens desta história, saíram da miséria original, transformaram-se em uma espécie de pequena burguesia, sequiosa de acesso à casa-grande, de sorte a assumir as benesses e os comportamentos dos donos da mansão senhorial, a começar pelo ódio de classe.

Se os governos de Dilma Rousseff foram em boa medida incompetentes, e se a presidenta reeleita cometeu estelionato eleitoral ao formar o novo gabinete, a crise econômica a enfraqueceu ainda mais. Pronta a pagar qualquer preço e a aceitar qualquer saída desde que a favorecesse, a casa-grande, titulares e aspirantes, autorizou e sustentou o golpe de 2016. Topou Temer na Presidência e Moro tornou-se seu herói. Inútil comentar o resultado, caos apocalíptico. Nítido o projeto dos golpistas: condenar Lula e devolver o País aos tempos da colônia.

Os Poderes da República estão envolvidos em uma guerra de máfias, vende-se o Brasil, a Globo governa. Nunca foi tão claro que o Brasil carece, em primeiro lugar, de uma Corte Suprema guiada pelo dever de garantir o respeito da lei. A única em vigor é a do mais forte. Insisto na ideia da “consequência inevitável”, a partir do momento em que a ditadura se vai de livre vontade pela porta dos fundos e a dita redemocratização de um país que nunca praticou a democracia cai nas mãos do oligarca maranhense, o mesmo que conseguira evitar as eleições Diretas Já em 1984.

O primeiro pleito direto elege Collor, que, pela mão de PC Farias, cobrava pedágios altos demais. Os achacados, que o tinham apoiado como caçador de marajás, acharam oportuno dar eco às denúncias da revista IstoÉ e se livrar do dono da Casa da Dinda. A cancela do poder escancarou-se para o tucanato, preparado, como se dizia de José Serra, a assumir o papel de bastião da pior reação.

A Globo, engrandecida durante a ditadura, continuou a mandar de forma cada vez mais ostensiva e foi decisiva na reeleição do príncipe dos sociólogos. O qual cuidou de quebrar o Brasil três vezes e comandar a bandalheira da privatização das comunicações. Só não conseguiu realizar o sonho de privatizar a Petrobras. Em compensação, deixou as burras do Estado vazias.

Os dois governos de Lula representam um parêntese feliz neste enredo lamentável. Encheu o cofre, pagou as dívidas, deu passos significativos no campo social, praticou uma exemplar política exterior independente, em proveito de um país que sempre preferira ser súdito, e volta agora a preferir. Infelizmente, a Globo ficou intocada na sua função determinante. No entrecho há uma lógica inexorável, a queda de Dilma precipita a retomada do caminho interrompido. Para pior, sempre para pior.

Ao cabo destes anos tormentosos, a solução inteligente estaria na convocação de eleições antecipadas, para entregar a última palavra ao próprio povo. Mas como apelar para a razão em meio a esse espetáculo de demência? As quadrilhas digladiam-se para impor a saída que mais lhes convém e desgovernar até 2018. Justifica- -se, porém, a dúvida: haverá eleições? Me vem à mente o verbo conscientizar.

Foi muito usado logo após a posse de João Goulart na acidentada substituição de Jânio Quadros, aquele que via na sua renúncia o estopim da revolta popular. Entendiam alguns autênticos esquerdistas que secundavam Jango a urgência de “conscientizar” o povo para tirá-lo do limbo da miséria e da ignorância. Passaram-se mais de 50 anos e a urgência foi esquecida. No entanto, só um forte abalo social muda os rumos. Mas isso hoje soa como quimera.


[ Leia completa ]

Alemães ficam perplexos com passividade do povo brasileiro com o ilegítimo Michel Temer




25/07/2017 - Em reportagem especial, a agência notícias alemã Deutche Welle retrata a apatia da maioria da população brasileira diante dos escândalos que têm Michel Temer como protagonista; entre elas estão aprovação de reformas rejeitadas pela maioria da população, economia paralisada, negociação aberta de apoio em troca de verbas e cargos e escândalos de corrupção; "Diante de cenários com bem menos elementos, os ex-presidentes Fernando Collor e Dilma Rousseff tiveram que enfrentar multidões que foram às ruas do Brasil para pedir suas cabeças", diz a DW.

[ Leia completa ]

Governo define transferência do parque de armazenamento de combustíveis do Mucuripe para o Pecém em SGA


A transferência do parque de armazenamento de combustíveis do Mucuripe para o Pecém será por meio de Sociedade de Propósito Específico (SPE). Minuta de edital foi lançada ontem e passará por audiência em agosto


25/07/2017 - A transferência do parque de tancagem (armazenamento de combustíveis) do Porto do Mucuripe, em Fortaleza, para o Porto do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, será feita mediante parceria público-privada. O modelo será de Sociedade de Propósito Específico (SPE), por 25 anos, conforme anunciou ontem a Secretaria da Infraestrutura do Estado (Seinfra). Lúcio Gomes, titular da pasta, afirma que houve consenso sobre o projeto com a Port of Rotterdam, administradora do Porto de Roterdã (Holanda), que está fechando parceria com o Governo do Ceará para administrar o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp).

Para viabilizar a transferência, Seinfra e Companhia de Integração Portuária do Ceará (Cearáportos) - administradora do Porto do Pecém - lançaram minuta do edital para seleção de um parceiro privado, que deverá ter experiência comprovada nesse tipo de operação, devendo apresentar um Modelo de Negócio atrativo. A SPE será constituída pela Cearáportos com empresa ou consórcio.

A SPE ficará responsável pelas atividades de planejamento, implantação, atividades de operação e manutenção do Projeto, de forma a evitar a descontinuidade da atual distribuição de combustíveis para o Ceará. A minuta ainda será será discutida por meio de Audiência Pública, a ser realizada no dia 2 de agosto, antes do edital propriamente dito ser lançado.

Na ocasião, serão apresentadas as características técnicas, mercadológicas e operacionais do projeto e levantados subsídios para as tratativas futuras com investidores, importadores, exportadores, distribuidores e demais interessados na transferência da tancagem.

Com o edital, o Governo cumpre Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), proposto pelo Ministério Público do Estado (MPCE), assinado em novembro de 2016. O TAC define responsabilidades para transferência da tancagem, com infraestruturas para carga, descarga, estocagem e distribuição de combustíveis e gases derivados de petróleo.

Até então as empresas que operam no Porto do Mucuripe (Lubnor, Raízen, Ipiranga, SP Combustíveis) não haviam assinado o TAC, que as incumbiria com responsabilidades para que a transferência seja efetivada. Com o cumprimento do acordo, Lúcio diz esperar que as distribuidoras assinem o TAC.

“A gente discutiu com PGE (Procuradoria Geral do Estado), com técnicos, com a maioria mesmo dos operadores atuais no Mucuripe e entendeu que esse modelo seria o mais adequado. Vai ser feita avaliação do que o Ceará tem e a parceira complementará o investimento. O Estado não pretende colocar dinheiro. A SPE poderá instalar tanques, mas cada operadora vai poder construir o seu”, diz Lúcio. O projeto deve demorar três anos para ser finalizado e custaria acima de R$ 200 milhões.


Leia mais em O Povo
[ Leia completa ]

Motorista da Uber Guilherme e Silva Maia é morto a tiros no bairro Ancuri em Fortaleza


Guilherme Maia, de 22 anos, foi identificado na manhã desta segunda-feira, 24, na sede da Pefoce


25/07/2017 - Um motorista da Uber foi assassinado na noite deste domingo, 23, no bairro Ancuri, Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3). Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Guilherme e Silva Maia, de 22 anos, dirigia um veículo Fiat Siena de cor prata, nas proximidades do residencial Alameda das Palmeiras, quando foi abordado por suspeitos que efetuaram disparos de arma de fogo contra a vítima.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o crime para identificar e prender os autores. Equipes da DHPP e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) não encontraram os documentos da vítima no carro. Guilherme só foi identificado na manhã desta segunda-feira, 24, na sede da Pefoce. Em seguida, o corpo foi liberado para sepultamento.

Conforme identificação da vítima em uma rede social, Guilherme trabalhava como motorista na empresa de transporte privado. Em decorrência da violência que vitimou o jovem, motoristas da Uber paralisaram as atividades das 12h às 14 horas desta segunda-feira.

Em entrevista ao O POVO Online, o secretário da Associação dos Motoristas Privados Individuais de Passageiros (Ampip-CE), Washington Ramos, afirmou que a categoria não atendeu aos chamados de corridas durante o horário de luto e criticou o trabalho da Polícia em relação às denúncias de violência. "Se você disser que é Uber, a Polícia não aparece ", afirmou.

A SSPDS informou, em nota, que as ligações realizadas à Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) "são registradas e, quando viram ocorrências, a viatura mais próxima do fato reportado durante ligação é enviada para o local. As viaturas são orientadas pelo Núcleo de Despacho da Ciops a atender ocorrências, não havendo distinções de qualquer espécie com relação aos solicitantes, de acordo com a gravidade dos fatos narrados em ligação".

Em nota, a Uber informou que está colaborando com as autoridades e espera que o crime seja levado à Justiça. "Estamos profundamente entristecidos com este crime terrível e nossos sentimentos de mais profundo pesar vão para a família do Guilherme", diz a empresa.


[ Leia completa ]

Com desemprego batendo recorde, Michel Temer vai propor demissão de servidores federais





24/07/2017 - No País que amarga sua pior taxa de desemprego, com 14 milhões de pessoas sem trabalho, Michel Temer planeja para os próximos dias anunciar um programa de demissão voluntária para servidores federais do Executivo; as regras ainda não estão fechadas, mas a proposta inicial é de que os servidores que aderirem tenham direito a um salário e meio para cada ano trabalhado; oficialmente, o argumento do governo é economizar as despesas; no entanto, Michel Temer, acusado de corrupção do exercício do mandato, gasta desenfreadamente com emendas parlamentares para se manter no cargo.

[ Leia completa ]