São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 22 de Fevereiro de 2019 - Ano: X - Edição: 3.415 - Visualizações: 20.852.299 - Postagens: 32.877

São boas as perspectivas de chuvas acima da média para os próximos três meses no Ceará


22/02/2018 - O cenário de chuvas acima da média histórica no Ceará neste mês de fevereiro tende a se manter nos próximos três meses da quadra chuvosa, informou a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Segundo o prognóstico divulgado nesta quinta-feira, 22, há 45% de chances de as precipitações em março, abril e maio de 2018 superarem o que costuma ocorrer no Estado.

As perspectivas de chuva dentro da normalidade são de 35%. Há ainda 20% de chance de chover menos que a média histórica.

O cenário é ainda mais positivo que o apontado pela Funceme em janeiro, com previsão para fevereiro, março e abril. Naquela ocasião, havia 40% de chuvas acima da média e 25% abaixo da média. A tendência de normalidade era a mesma: 35%.

Em fevereiro, as chuvas já atingiram a média histórica bem antes do fim do mês. Com isso, o nível dos açudes já melhorou, mas ainda preocupa. Atualmente, os reservatórios têm pouco mais de 7% da capacidade armazenada.

O fenômeno La Ninã, de moderada intensidade, no Oceano Pacífico favorece as precipitações.


[ Leia completa ]

“Nada como ser um ladrão tucano, blindagem garantida” Cadê os justiceiros heróis dos ‘Coxinhas’?

O líder do MTST e possível candidato a presidente pelo PSOL, Guilherme Boulos, ironizou a informação de que o ex-presidente da Dersa Paulo Preto, apontado como operador do PSDB, tinha R$ 113 milhões em contas na Suíça; “Paulo Preto, chefe da Dersa por vários anos e acusado de ser operador do PSDB, tinha conta na Suíça com R$113 milhões. Tem extrato, tem tudo. E aí? Nada. Nada como ser um ladrão tucano, blindagem garantida”, disse Boulos em sua conta no Twitter.

[ Leia completa ]

Michel Temer paga Globo em campanha sobre intervenção militar

:


22/02/2018 - Michel Temer resolveu abrir os cofres federais para as Organizações Globo, que tem adotado um discurso cada vez mais simpático ao governo; nesta quinta, Temer lançou no jornal da família Marinho uma campanha publicitária exaltando os benefícios da intervenção militar no Rio; embora a intervenção federal na Segurança Pública do estado mal tenha começado, peça diz que ação dos militares “vai tirar o Rio de Janeiro das mãos da violência”; no carnaval, os dois homens fortes da propaganda federal, Elsinho Mouco e Duílio Malfatti, se esbaldaram no camarote da revista Quem, da Globo, ao lado de Fred Kachar, principal executivo do grupo.

[ Leia completa ]

'Com Paulo Preto, faxina chega ao porão tucano' diz Josias de Sousa

:


22/02/2018 - "A descoberta de que Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, manteve uma fortuna em contas na Suíça leva a faxina nacional ao recanto mais obscuro do porão do ninho do PSDB –um local onde os tucanos são pardos. Não se trata de denúncia vazia Vem acompanhada de papéis avalizados por autoridades suíças. Também não é coisa exumada de catacumbas remotas. Em junho de 2016, havia o equivalente a R$ 113 milhões em quatro contas. Em fevereiro de 2017, com a Lava Jato a pino, a grana fugiu para as Bahamas", escreve o jornalista Josias de Sousa em seu blog.

[ Leia completa ]

Oportunidades de empregos em São Gonçalo do Amarante 22/02/2018


OCUPAÇÕES
QTDE.VAGAS
Açougueiro
01
Assistente de laboratório industrial
01
Assistente de vendas
01
Atendente de lanchonete
01
Bombeiro hidráulico
02
Confeiteiro
01
Nutricionista
01
Operador de caixa
01
Supervisor de área de operação elétrica
01
Trabalhador da manutenção de edificações
01

Os interessados devem procurar a unidade do SINE/IDT

Em São Gonçalo do Amarante
Av. Coronel Neco Martins, 236 – Centro
Fone :(85) 3315.7369

Em Pecém
Rua Rua Francisco Câncio, S/N – Centro
Fone :(85) 3315.1375

As informações sobre as vagas não são dadas por telefone. Todas as informações estão sujeitas à alteração. 



Fonte: Sine/IDT
[ Leia completa ]

Paulo Preto operador do PSDB tinha R$ 113 milhões na Suíça. Para a Justiça “isso não vem ao caso”


O rastro do dinheiro da corrupção das décadas de comando do PSDB em São Paulo está cada vez mais evidente; apontado como operador dos tucanos, o ex-presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, tinha R$ 113 milhões em contas na Suíça; juíza do caso disse ver fortes indícios da prática de crimes, "bem como o enriquecimento injustificado do investigado"; informações foram repassadas pelas autoridades do país europeu, que colabora com a Justiça brasileira; Paulo Preto também é investigado em inquérito sob suspeita de ser operador do senador José Serra (PSDB-SP) em desvios de recursos do Rodoanel

22 DE FEVEREIRO DE 2018

Documentos enviados ao Ministério Público Federal em São Paulo por autoridades da Suíça revelam que o ex-presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, tinha R$ 113 milhões em contas naquele país.

Paulo Preto é investigado em inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) sob suspeita de ser operador do senador José Serra (PSDB-SP) em desvios de recursos do Rodoanel, obra viária que circunda a capital paulista. Ele comandou a Dersa, responsável pela obra, em governos tucanos, e também é investigado em São Paulo.

O montante descoberto na Suíça consta de uma decisão de outubro passado da juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara da Justiça Federal em São Paulo, que foi anexada ao inquérito no STF pela defesa de Paulo Preto na terça-feira (20).

Segundo essas informações, "em junho de 2016 as quatro contas bancárias atingiam o saldo conjunto de cerca de 35 milhões de francos suíços, equivalente a R$ 113 milhões, convertidos na cotação atual".

Em fevereiro do ano passado, tais valores, segundo as informações vindas da Suíça, foram transferidos para um banco em Nassau, nas Bahamas.

A juíza disse ver fortes indícios da prática de crimes, "bem como o enriquecimento injustificado do investigado", e decidiu na ocasião autorizar uma cooperação internacional com a Suíça, além da quebra do sigilo bancário de Paulo Preto, a fim de obter todas as informações sobre as movimentações bancárias.

As informações são de reportagem de Reynaldo Turollo Jr e Rubens Valente na Folha de S.Paulo.




[ Leia completa ]

Lula: “prendam a minha carne, mas não prenderão minhas ideias”


Ricardo Stuckert: <p>Lula</p>



22/02/2018 - No lançamento de sua pré-candidatura em Belo Horizonte, Minas Gerais, o ex-presidente mandou um recado aos seus "algozes", como definiu: "prendam minha carne, mas as minhas ideias continuarão soltas. Não vão prender nossos sonhos"; "Não sei o que vai acontecer na Justiça. O que sei é que não respeito essa decisão. Porque do contrário quando minha bisneta crescer ela não vai me respeitar", destacou Lula a uma multidão; "Por isso quero dizer: estou candidato. Eu vou voltar para garantir a esse povo o direito de viver melhor".

[ Leia completa ]

Super-ricos foram os únicos que lucraram com o golpe de Michel Temer


:



21/02/2018 - O golpe jurídico-parlamentar que destituiu a presidente legítima, Dilma Rousseff, e instalou Michel Temer no Planalto beneficiou apenas os super-ricos do Brasil; enquanto a renda per capita do conjunto dos contribuintes do Imposto de Renda da Pessoa Física caiu 3,3% em termos reais de 2014 a 2016, no segmento mais rico da população - formado por pessoas que ganhavam mais de 160 salários mínimos por mês (R$ 140,8 mil à época) -, a renda per capita cresceu 7,5% reais.

[ Leia completa ]

Globo têm fetiche igual ao da “Maria Batalhão”


21 de Fevereiro de 2018 | Por: Esmael Moraes

O fetiche da Globo e dos Marinho com a farda vem de longa data. Desde a ditadura militar, em 1964, quando o grupo de comunicação começou a se consolidar no Brasil. Eles têm fetiche igual ao da “Maria Batalhão”, porém, com uma diferença: as mulheres que têm forte atração por homens que vestem farda não atentam contra a dignidade nem contra a vida da pessoa humana.

Dito isto, a Globo tem sido fundamentalista em favor da militarização do Rio e do país. Jornais, revistas, tevês, rádios e portais da empresa se esforçam diuturnamente para convencer a sociedade de que o problema dela agora é segurança pública. (Note o caríssimo leitor que está vendo um deslocamento de pauta, da corrupção para a insegurança cujos alvos são os negros e pobres das periferias).

A repentina mudança de pauta na Globo tem duas razões de ser: 1- ela trabalha com o exaurimento do tema “corrupção” com a cada vez mais possível prisão do ex-presidente Lula; e 2- tenta alavancar o moribundo ‘vampiro neoliberalista’, qual seja, Michel Temer, nome adotado pelos Marinho para uma nova temporada de “ditadura” sob a bandeira da “segurança pública”.

Resumo da ópera: a Globo está usando os militares para vitaminar o vampirão nas urnas.


[ Leia completa ]

Porto do Pecém em São Gonçalo do Amarante inicia 2018 com aumento nas movimentações


As importações foram destaque nas movimentações de janeiro com 16% de incremento


21/02/2018

O ano novo apresenta resultado positivos. Já no primeiro mês de 2018, o Porto do Pecém apresentou o incremento de 8% nas movimentações quando comparado ao mesmo período do ano passado. Ao todo, foram exportados e importados através do Pecém 1.470.339 toneladas.

As importações se destacaram com 16% de crescimento, passando de 964.468 t em 2017 para 1.117.617 t este ano. As principais cargas movimentadas e responsáveis por este resultado foram o carvão mineral (689.076 t), produtos siderúrgicos (31.782 t) e adubos ou fertilizantes (10.578 t). Já nas exportações houve uma queda de 10%. As mercadorias mais relevantes foram de placas de aço (207.844 t), frutas (20.418 t), água de coco (2.547 t). 

Destaques 

As placas de aço, produzidas pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) são um dos principais produtos movimentados através do porto cearense e representam 20% de participação na movimentação total de janeiro. As 243.025 t do material que saíram de Pecém foram enviadas para Turquia, Coréia do Sul, China, Polônia e também para outros estados brasileiros. 

Nas importações, o carvão mineral lidera o ranking do amplo mix de cargas movimentadas através do Pecém, com um aumento de 54,6%, quando comparado ao primeiro mês do ano de 2017. O granel sólido foi importado da Colômbia (66%), Rússia (12%), Estados Unidos (11%) e Moçambique (11%). 

“Seguimos crescendo, mas nosso trabalho continua. Esperamos superar 2017, principalmente depois do novo serviço anunciado, que seremos a única parada da nova linha da Maersk/Hamburg Sud para a Ásia. Acredito que teremos um crescimento significativo nas movimentações depois do início das atividades dessa linha”, declara Danilo Serpa, presidente do Porto do Pecém.

Cabotagem 

Na movimentação entre portos brasileiros (cabotagem) ao todo, foram movimentados 452.664 t. O resultado foi puxado pelo desembarques de minério de ferro (214.286 t), produtos siderúrgicos (46.236 t), gás natural (30.026 t) e embarques de placas de aço (35.181 t), farinha de trigo (9.206 t), sal (8.289 t), cimentos (7.572 t) e arroz (5.053 t).


[ Leia completa ]

Circuito Brasil Nordeste de Wheeling - Croatá - SGA - 25/03/2018


[ Leia completa ]

Oportunidades de empregos em São Gonçalo do Amarante 21/02/2018


OCUPAÇÕES
QTDE.VAGAS
Açougueiro
01
Assistente de laboratório industrial
01
Assistente de vendas
01
Atendente de lanchonete
01
Bombeiro hidráulico
02
Confeiteiro
01
Nutricionista
01
Operador de caixa
01
Pintor industrial
01
Supervisor de área de operação elétrica
01
Trabalhador da manutenção de edificações
01

Os interessados devem procurar a unidade do SINE/IDT

Em São Gonçalo do Amarante
Av. Coronel Neco Martins, 236 – Centro
Fone :(85) 3315.7369

Em Pecém
Rua Rua Francisco Câncio, S/N – Centro
Fone :(85) 3315.1375

As informações sobre as vagas não são dadas por telefone. Todas as informações estão sujeitas à alteração. 



Fonte: Sine/IDT
[ Leia completa ]

Líderes do PCC mortos em Aquiraz viviam com alto luxo em condomínio no Porto das Dunas


Os quatro carros estacionados na frente da mansão estão avaliados em R$ 2,5 milhões. A vida deles era de ostentação


21/02/2018 - Líder de facção criminosa assassinado na semana passada no Ceará morava em condomínio de luxo no Porto das Dunas, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. Fotos do casarão onde “Gegê do Mangue”, número 2 do PCC, morto na última quinta-feira (15), em Aquiraz, vivia junto com “Paca” e mais quatro pessoas da família, vazaram nas redes sociais.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não confirma a veracidade do conteúdo. Nas imagens, aparecem ainda quatro carros de luxo, avaliados em R$ 2,5 milhões.

O bandido e a família faziam diversas festas e buscavam interagir com os vizinhos. A vida de luxo teria despertado a atenção de outros setores da organização criminosa, somado a disputas internas do PCC, o que pode ter sido determinante para a morte de “Gegê” e “Paca”.

Um dos pontos importantes da investigação é o helicóptero que teria sido usado durante a execução de Gegê do Mangue e Paca. As autoridades buscam descobrir se foi usada uma aeronave locada ou da própria organização.

De acordo com um advogado de Gegê, os corpos foram enviados para São Paulo e devem ser enterrados na capital paulista, no cemitério do Araçá.

Facção com histórico no Ceará

A presença da cúpula do PCC em Fortaleza não vem de hoje. E isso ficou evidente na operação Quinta Roda, da Polícia Federal. Em março de 2016, agentes da PF prenderam na capital cearense o irmão de Marco Herbas Camacho, cabeça da organização criminosa.
Alejandro Juvenal Herbas Camacho Júnior foi preso por ordem de uma vara da Justiça Federal de São Paulo. Ele estaria vivendo numa casa de luxo, no bairro Luciano Cavalcante.

A Justiça negou, na época, que ele ficasse preso no Ceará. A alegação era de que aqui não há presídio de segurança máxima, nem penitenciária federal. Assim, Alejandro foi levado para São Paulo.

De acordo com a investigação, o grupo comprava grandes carregamentos de drogas da Bolívia e do Paraguai para distribuir no Brasil e no Exterior.

Entenda o caso

Na última sexta-feira (16), os corpos dos dois criminosos foram encontrados em uma aldeia indígena, no município de Aquiraz, no Ceará. Rogério Geremias de Simone, o “Gegê do Mangue”, e Fabiano Alves de Sousa Paca, o “Paca”, eram dois dos principais líderes do PCC que estavam em liberdade, segundo o Ministério Público.

Saiba mais

Geremias tinha 41 anos de idade e ficou preso por 10 anos na penitenciária da cidade de Presidente Venceslau, no interior paulista. Em 2017, foi concedido um habeas corpus ao líder do PCC dias antes de ser julgado.

Ele foi condenado a 47 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha armada. Entretanto, não foi capturado.

Por esse motivo, desde o mês de abril, Geremias estava na lista dos mais procurados da Polícia Civil. Além de ser um dos líderes do PCC, era acusado de controlar o tráfico de drogas no Paraguai.

Além do corpo de Geremias, também foi encontrado o corpo de Paca, que também era foragido da Justiça de São Paulo. Segundo o procurador da Justiça de São Paulo, Márcio Christino, “Paca seria um dos grandes responsáveis pelo fornecimento de cocaína do PCC no Brasil”.

Os corpos foram encontrados próximo a um lago na aldeia indígena no município de Aquiraz, a 30 km de Fortaleza. Os criminosos foram baleados no rosto e, nos seus olhos, havia perfurações de faca. De acordo com testemunhas populares, uma aeronave foi usada na emboscada. A polícia acredita que o crime trata-se de uma disputa de poder dentro do grupo.


[ Leia completa ]

Chacina de Cajazeiras: dez suspeitos já foram presos por suspeita de participação


Quatro prisões foram anunciadas na tarde desta terça-feira. Seis pessoas já haviam sido detidas, suspeitas do crime. Há ainda quatro pessoas foragidas


20/02/2018 - Três semanas após o massacre que vitimou 14 pessoas no bairro Cajazeiras, em Fortaleza, quatro homens foram presos suspeitos de participação direta ou indireta nas mortes. As informações foram repassadas em coletiva de imprensa da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS), na tarde desta terça-feira, 20.

Um quinto suspeito do crime, que aconteceu em 27 de janeiro, tem mandado de prisão já cumprido em penitenciária cearense. Outros cinco já haviam sido presos, somando dez detidos.

De acordo com informações repassadas pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), armas e drogas foram apreendidas com os presos anunciados nesta terça. Além disso, mais de 500 munições, veículos e uma granada também foram encontrados.

Dentre as mais recentes prisões, na sexta-feira, 16, foi presa a suposta fornecedora de munições do grupo, Ana Karine da Silva Aquino, "Nega do Pezão", de 23 anos. No sábado, 17, Ayalla Duarte Cavalcante, o "Zoião", de 21 anos, foi encontrado na comunidade da Rosalina, no bairro Passaré.

Ayalla teria ateado fogo no carro usado e depois abandonado pelos criminosos, um Volkswagen Golf. O suspeito, inclusive, teria se queimado na ação, conforme apurações policiais.

Ana Karine, por sua vez, foi presa com 379 munições de diversos calibres e 180 papelotes de substância similar a crack. Ela foi autuada por associação criminosa, tráfico de drogas e comércio ilegal de arma de fogo.

No último dia 5, Rennan Gabriel da Silva, 19, foi preso após entrar em confronto com policiais militares. 

"Mandante"

Na tarde desta segunda-feira, 19, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em um apartamento no bairro Cocó, na Capital. No local, foi preso Deijair de Sousa Silva, de 29 anos, conhecido como "De Deus". Ele é apontado como um dos mandantes do crime.
Na casa dele, foram encontradas várias armas. "De Deus", que já responde pelos crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo e tráfico, foi levado à delegacia e autuado em flagrante por posse ou porte de arma de fogo de uso restrito e por associação criminosa.

Outros presos

Seis pessoas haviam sido presas: uma delas horas após o crime e outras cinco no velório de uma das vítimas da chacina. No total, são 10 presos, além de quatro pessoas identificadas e foragidas.

A chacina das Cajazeiras

Era cerca de 0h30min quando o motorista da Uber Natanael Abreu da Silva, 25, foi baleado dentro veículo que dirigia, um Ford Fiesta, de cor prata. Ele foi o primeiro assassinado. Os homens desceram dos três carros que ocupavam e seguiram disparando a esmo na rua Madre Tereza de Calcutá. Pessoas foram mortas na festa, em calçadas e nas ruas próximas. Alguns que tentaram fugir foram perseguidos e mortos.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), 14 pessoas morreram no local, a maioria mulheres. Além do motorista Natanael, o vendedor ambulante Antônio José Dias de Oliveira, 55, também trabalhava na festa. Ele vendia cachorros-quentes com a família no momento do crime. O filho dele, de 12 anos, foi baleado. A comerciante Mariza Mara Nascimento da Silva, 37, passava pela rua quando os criminosos chegaram. Ela também morreu no local.

A ação tirou a vida ainda de Maíra Santos da Silva, 15, Maria Tatiana da Costa Ferreira, 17, Brenda Oliveira de Menezes, 19, José Jefferson de Souza Ferreira, 21, Raquel Martins Neves, 22, Luana Ramos Silva, 22, Wesley Brendo Santos Nascimento, 24, Antônio Gilson Ribeiro Xavier, 31, Renata Nunes de Sousa, 32, Edneusa Pereira de Albuquerque, 38, e Raimundo da Cunha Dias, 48.


[ Leia completa ]

Cláudio Boy chefe do PCC que estava em Fortaleza é preso pela Polícia Federal ao desembarcar em São Paulo


Cláudio Boy conseguiu se estabelecer em Fortaleza com documentos falsos e atuava como empresário


20/02/2018 - Claudiney Rodrigues de Souza, de 36 anos, estava foragido da Justiça mineira e integrava a lista de procurados da Interpol.

Claudiney Rodrigues de Souza, de 36 anos, apontado como um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) e que estava no Ceará, foi preso na última segunda-feira, 19, quando desembarcava no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. Claudiney, conhecido como Cláudio Boy, integrava a lista de procurados da Interpol. Contra ele há, pelo menos sete mandados de prisão em aberto, que foram expedidos pelas 1ª e 3ª varas de tóxicos e pelos 1º e 2º Tribunais do Júri, todas da Comarca de Belo Horizonte.

Conforme a Polícia Federal, a investigação foi realizada pela Polícia Federal, com representação da Interpol no Brasil. Cláudio Boy usava uma identidade falsa para realizar viagens para o Brasil e exterior, além de abrir empresa. Ele conseguiu se estabelecer em Fortaleza como empresário e adquirir bens. A investigação contou com o apoio da Agência de Imigração Americana Immigration and Customs Enforcement – ICE – e da Inteligência da Polícia Civil de Minas Gerais.

Com uma certidão de nascimento falsa, Claudiney obteve uma nova identidade, o que facilitou as viagens. Ele embarcou em um voo de Fortaleza para São Paulo e foi preso pela Polícia Federal. O suspeito responde na Justiça por crimes de homicídio, tráfico internacional de drogas e, conforme a Polícia Civil, seria um dos braços do Primeiro Comando da Capital (PCC), em Minas Gerais. Mesmo procurado, há suspeitas de que Cláudio Boy seguia atuando em operações relacionadas ao tráfico internacional de drogas.


[ Leia completa ]

EMIR SADER | O Rio para Lula e para o golpe

"A intervenção é uma forma de criminalização das favelas do Rio e da imensa população que habita ali, população na sua grande maioria trabalhadora", diz o colunista do 247 Emir Sader; "Por isso Lula foi recebido tão calorosamente pela massa da população carioca, na Caravana ao Rio, em especial na Baixada Fluminense, com saudades do seu governo e com esperança que ele possa voltar. Ele representa a possibilidade de que o Rio pode ser recuperado, mas na via oposta da proposta pelo governo golpista"

Colunista do 247, Emir Sader é um dos principais sociólogos e cientistas políticos brasileiros



19 de Fevereiro de 2018

Depois de ter dilapidado o governo do estado do Rio de Janeiro, com o governo ladrão de Sérgio Cabral e o governo incompetente de Pezão, o governo golpista, do mesmo partido deles, promove uma intervenção no Rio. Para, supostamente, acabar com o caos na segurança pública. Caos produzido por quem? Quem governou o estado nos últimos 11 anos?

Diga-me o que você faz com o Rio e eu te digo que concepção você tem do Brasil. O neoliberalismo se empenhou em degradar a imagem do Rio, considerado espaço não recuperável para os grandes empreendimentos privados. Muito espaço público, a começar pelas praias, passando pelos centros culturais públicos e as tradições musicais populares, enquanto os grandes empreendimentos privados se concentravam em São Paulo e levavam as sedes de suas empresas para esse estado, tratando de esvaziar economicamente o Rio.

O auge da degradação da imagem do Rio se deu durante o governo do FHC. Colunistas da velha mídia, como Jabor e Danuza, se transferiam para São Paulo e promoviam a apologia do reino da grana naquele estado, enquanto se dedicavam, nas páginas dos jornais paulistas, a falar da decadência irreversível do Rio.

A chegada do Lula à presidência representou não apenas o resgate do Brasil, como teve um sentido particular para o Rio. As políticas do governo em relação à Petrobras, ao BNDES, à recuperação da indústria naval, assim como as políticas sociais dirigidas ao estado, fizeram com que o Rio passasse pelo melhor período em muito tempo.

O Rio melhorou muito e os cariocas recuperaram sua autoestima.

Da mesma forma que o Rio tinha sido um destino privilegiado da atuação do governo federal durante o Lula e a Dilma, passou a ser vítima privilegiada das maldades do governo do golpe. Como parte do desmonte do Estado, a Petrobras e o BNDES foram duramente atingidos assim a indústria naval, tudo com efeitos diretos sobre o Rio, do ponto de vista da expansão econômica, do nível de emprego e de todos os outros efeitos sobre o conjunto do estado.

Paralelamente, o estado foi atingido pelas repercussões das denúncias de corrupção, centradas no governo de Sérgio Cabral, mas que atingiram a todo o PMDB e os seus governos no estado. Jorge Picciani está preso, assim como vários dos ex-secretários de Cabral, Pezão, Paes e outros dirigentes desse partido se encontram com processos. O poder público do Rio de Janeiro se desfez, entre a falência econômica e política e a desagregação como efeito da corrupção.

A intervenção no Rio é apenas um passo mais para terminar com qualquer governo no estado. Se manipulam os dados sobre a violência – que no carnaval foi particularmente menor, dado a dimensão de milhões de pessoas sambando nas ruas da cidade – para impor a intervenção e a militarização da segurança pública.

Uma ação militar de ocupação das zonas que eles consideram, de forma absolutamente discriminatória, como envolvidas com o trafico, a ponto de disporem de mandados coletivos de busca e prisão, sobre um conjunto de casas e de famílias. No momento em que é consenso pelo mundo afora – até para ex-presidentes latino-americanos, entre eles o próprio FHC – que a guerra contra o trafico fracassou totalmente, que é preciso avançar em outra direção, da descriminalização das drogas leves, como se dá com total sucesso em países como Portugal e Uruguai.

A intervenção é uma forma de criminalização das favelas do Rio e da imensa população que habita ali, população na sua grande maioria trabalhadora.

Por isso Lula foi recebido tão calorosamente pela massa da população carioca, na Caravana ao Rio, em especial na Baixada Fluminense, com saudades do seu governo e com esperança que ele possa voltar. Ele representa a possibilidade de que o Rio pode ser recuperado, mas na via oposta da proposta pelo governo golpista.

É por ações do governo federal, mas para explora o potencial que o Rio demonstrou ter, com recuperação da Petrobras e de todos os seus investimentos no estado, no resgate da indústria naval, nos recursos liberados pelo BNDES. Na retomada das politicas sociais que conseguiram diminuir a pobreza e a exclusão social, ao mesmo tempo que a política econômica gerava os empregos que os trabalhadores cariocas tanto necessitam.

Cada vez mais fica claro para os brasileiros que ha dois caminhos para o pais e também para o Rio: o da repressão, da estigmatizarão, da recessão e da miséria. Ou o da retomada dos investimentos produtivos, do crescimento econômico, da geração de empregos, da paz e da fraternidade.


[ Leia completa ]