2

São Gonçalo do Amarante - CE - Terça-feira 13 de Abril de 2021 - Ano: XIII - Edição: 4.559

CSP é uma das únicas siderúrgicas no Brasil a limpar os gases de Aciaria sem consumo de água

A siderúrgica trata e reutiliza 98,18% da água que circula na operação da empresa, sendo uma importante representação mundial da evolução dos processos siderúrgicos no aspecto de sustentabilidade ambiental

São Gonçalo do Amarante 26 de Março de 2021

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) tem sido destaque nacional e internacional no aspecto de sustentabilidade ambiental, com processos modernos e em permanente melhoria. Um desses destaques é ser uma das únicas siderúrgicas do Brasil a limpar os gases de Aciaria a seco, ou seja, sem a utilização de água.

“A Aciaria gera um gás, durante o sopro de oxigênio no convertedor, chamado LDG. Esse gás é captado durante o processo, passa por um sistema de lavagem a seco, efetuando seu resfriamento e limpeza. Após o tratamento desse gás, ele será utilizado para geração de energia, já que a CSP gera toda energia que consome e vende o restante ao Sistema Interligado Nacional (SIN). O sistema de limpeza a seco do gás promove redução do consumo de água e elimina a geração de lama de Aciaria”, destaca Marcelo Baltazar, gerente de Meio Ambiente da CSP.

A média de 2020 da CSP para o consumo de água por toneladas de aço bruto foi de 4,5 m³/tab (toneladas de aço bruto). Esse consumo está 29% abaixo dos valores de referência das outras siderúrgicas nacionais, de 5,8m³/tab, segundo o Instituto Aço Brasil.

Recirculação maior que 98%

De toda a água que a CSP precisa para operar e produzir placas de aço, 98,18% é recirculada nos processos da usina. “Esse volume de água nem entra e nem sai da CSP, porque ela fica sempre recebendo tratamentos e recirculando dentro da siderúrgica”, destaca o coordenador de Meio Ambiente da CSP, Leonardo Veloso. Os demais 1,82% de água que não são reaproveitados na produção do aço, retornam para a natureza por meio da evaporação ou são utilizados em atividades de limpeza. A água da chuva também é coletada pela CSP e distribuída nas pilhas do Pátio de Matérias-Primas, evitando o arraste de material particulado para o meio ambiente.

Educação ambiental aos empregados

A CSP promoveu nesta semana, até 26/3, uma programação especial junto aos seus empregados em alusão ao Dia Mundial da Água, que foi 22 de março. A água integra o processo produtivo do aço e esse recurso é tratado com zelo e o máximo de reaproveitamento na CSP.  O Programa de Educação Ambiental da Companhia trabalha continuamente para fortalecer a consciência crítica dos empregados e para o desenvolvimento de boas práticas de sustentabilidade empresarial. Otimizar o uso desse recurso é um compromisso alinhado com as diretrizes da Companhia, que tem trabalhado em prol da sustentabilidade em todos seus aspectos – ambiental, social e econômica.

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor