2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sexta-feira 25 de Junho de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.994

Trabalhadores da saúde cobram verbas rescisórias em São Gonçalo do Amarante

Em repúdio ao desrespeito aos trabalhadores, o Sindsaúde vai realizar um ato na segunda-feira, 06/12, às 09hs, em frente ao Hospital

02 de Dezembro de 2021

O Sindsaúde Ceará, em apoio aos trabalhadores da saúde de São Gonçalo do Amarante, realiza na segunda-feira, 06/12, um protesto em frente ao Hospital Municipal Luiza de Alcântara e Silva. O objetivo é cobrar o pagamento de verbas rescisórias.

O Hospital Municipal Luiza de Alcântara e Silva e a UPA, do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, mudaram de gestão em outubro passado e cerca de duzentos funcionários foram demitidos. Até agora, eles não receberam nem as verbas rescisórias nem décimo terceiro.  As empregadas grávidas, mantidas nos postos de trabalho por conta da estabilidade, tem sofrido apesar da permanência em suas funções. Estão com salários atrasados desde outubro e não receberam o adiantamento do 13º, garantido por lei.

O hospital, antes gerido pela Fundação Leandro Bezerra, passou a ser administrado pelo Instituto Praxis, outra instituição com histórico de dar calote em trabalhadores.  A troca na terceirização, em desprestígio do serviço público de saúde, só favorece os interesses políticos dos gestores.

Em Sobral, o Sindsaúde briga na Justiça com pelo menos duzentas ações contra o Instituto Praxis pelo pagamento de verbas rescisórias em atraso.

O Poder Público precisa agir para proteger e acima de tudo, valorizar os trabalhadores da saúde tão essenciais para a população. O Sindsaúde Ceará repudia esse tipo de tratamento que descarta trabalhadores da saúde que arriscaram suas vidas para socorrer a população no período mais crítico da pandemia.

Antes da Fundação Leandro Bezerra assumir a gestão do hospital Municipal, eram servidores públicos que atuavam na unidade de saúde. Eles foram transferidos para dar lugar aos terceirizados, que agora sofrem as consequências do descaso.

Prefeito, pague as verbas rescisórias dos profissionais da saúde. Por mais respeito e dignidade para os trabalhadores da saúde de São Gonçalo do Amarante.

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor