2

São Gonçalo do Amarante - CE - Sábado 21 de Maio de 2022 - Ano: XIV - Edição: 4.962

Companhia Siderúrgica do Pecém contribui para educação empreendedora de 500 alunos em escola no Pecém

  

Para o lançamento do programa, que será ministrado pelo Sebrae, a CSP recebeu professores da escola Barros de Pinho para uma programação especial na usina  

São Gonçalo do Amarante, 15 de Março de 2022 

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) apoiará a implementação do Programa Jovem Empreendedor Primeiros Passos (JEPP) em São Gonçalo do Amarante (SGA) ao longo de 2022. Cerca de 500 alunos participarão da fase piloto, que contemplará a Escola Municipal de Ensino Fundamental em Tempo Integral José Maria Barros de Pinho, no Pecém. Com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Ceará) e o apoio da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, serão promovidas aulas de Ecopapelaria, Artesanato Sustentável, Empreendedorismo Social e Novas Ideias, Grandes Negócios para estudantes do 6º ao 9º ano.   

Para o lançamento do programa, a CSP realizou uma programação especial, na manhã de sábado (12/3), reunindo o corpo docente e técnico da escola contemplada, representantes da Prefeitura de SGA e consultores do Sebrae. Ao todo, 50 pessoas participaram do evento, com palestras sobre a educação empreendedora, entrega de kits com os livros do programa e um tour guiado na siderúrgica para a apresentação do processo de produção de aço.  

Educação empreendedora 

O Jovem Empreendedor Primeiros Passos (JEPP) receberá o suporte do programa Território Empreendedor, realizado pela CSP e Sebrae em São Gonçalo do Amarante. "O JEPP é muito importante para a CSP porque é uma forma de continuarmos estimulando esse cenário empreendedor na região. Estamos indo na base, naquele jovem que tem vontade de transformar, que quer mudar a sua comunidade, que tem sonhos. Por meio dessa metodologia, será possível utilizar o empreendedorismo em várias atuações escolares e demonstrar como o jovem pode crescer em possibilidades e oportunidades", explicou Cristiane Peres, gerente de Relações com Comunidades da CSP.  

diretora da escola Barros de Pinho, Marli Braga Mendes da Silva, ficou encantada com a proposta de levar a educação empreendedora para os alunos. "Esse projeto vem fechar com as nossas expectativas, porque a gente prepara o nosso aluno para o amanhã e para o mercado. Nós estamos em uma cidade portuária, e essa parceria com a escola, levando essa vivência com a empresa para dentro da nossa comunidade, vem agregar mais ainda na vida do aluno", comemorou.  

secretário executivo de Educação de São Gonçalo do Amarante, Fábio Oliveira, também falou aos professores durante o encontro. Para ele, o projeto tem o potencial de transformar a realidade de cada um dos 500 alunos. "As conquistas se iniciam quando você começa a mudar o seu próprio mundo. Cada aluno envolvido vai perceber a própria capacidade e a oportunidade que o projeto gera. O JEPP é inovador, criativo e faz com que o aluno reflita sobre o que ele pode alcançar no futuro", destacou.  

professora de língua portuguesa Dayane Bezerra ressaltou os benefícios do projeto para toda a comunidade escolar. "Vem somar e colocar nossos jovens como verdadeiros protagonistas em escolhas do que querem, de como querem e como chegar. A parceria com a escola é de grande importância, porque nós estamos ali em um território de descobertas. Nós, professores, como facilitadores, estamos aqui para tentar direcioná-los para o melhor caminho", comentou.   

diretora de Programas e Projetos da Secretaria Municipal de Educação de SGA, Tássia Maria Gomes Martins, celebrou o lançamento do programa. "Estamos muito felizes com essa parceria da CSP. A educação empreendedora é um ganho sensacional dentro da educação. Ela trabalha também as habilidades e competências socioemocionais, como a tolerância, a motivação, a responsabilidade, a autogestão, a autoconfiança, o espírito de cooperação e o exercício de cidadania. Ela passa por esse viés, de formação integral do ser humano", detalhou.   

articulador do Sebrae na região metropolitana, Pedro Silva, destacou o compromisso da CSP com as ações de desenvolvimento da economia local. Para ele, o trabalho de base com as crianças é um eixo essencial para mais resultados. "Com certeza, a parceria da CSP é fundamental no processo de aproximação do Sebrae com as lideranças locais, com os parceiros e vai ser fundamental nesse processo de culminância do projeto", afirmou. Em todo o Ceará, cerca de 200 mil alunos, em 54 municípios, deverão receber o programa do Sebrae ao longo de 2022.  

Próximos passos 

A primeira fase do programa será a de formação pedagógica aos professores e à equipe técnica da escola, quando serão apresentados os conceitos e metodologia do programa JEPP. A capacitação é realizada por meio de plataforma online e apoio da equipe do Sebrae. A escola também recebe todo o material didático para o desenvolvimento das atividades. Após, serão iniciadas as vivências dos alunos em oficinas específicas. A última fase do projeto será a Culminância, com a realização de feiras e exposição de produtos produzidos pelos alunos.  

0 comments:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor